Em ‘ação cinematográfica’, quadrilha rouba empresa de valores na Grande SP

Moradores relataram que foram rajadas de tiros por mais de 40 minutos. Vizinhos à sede da empresa de transporte de valores Protege, em Santo André, relataram ao G1 os momentos de pânico que viveram na madrugada desta terça-feira (17) durante a ação dos bandidos. “Ouvimos tiros e deitamos no chão. A reação foi de pânico”, afirma a bancária Nayane Matias, que mora em frente à sede da Protege.

Caminhão foi incendiado na ação dos bandidos no ataque à sede da Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Caminhão foi incendiado na ação dos bandidos no ataque à sede da Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)

Ela conta que começou a ouvir disparos por volta das 3h20 e que, imediatamente, deitou no chão do quarto e preferiu não arriscar caminhar pelo apartamento. Segundo a bancária, os disparos continuaram até 4h05, e houve ainda o estouro de três bombas. O prédio onde mora Nayane também foi atingido por balas na fachada. Vidros ficaram estilhaçados. “Achei que o prédio fosse cair”, afirma.

O empresário Márcio Rocha da Silveira mora a cerca de 2 km da Protege e levou um susto no meio da madrugada. “Acordei ouvindo explosões e um tiroteio intenso”, relatou. “Primeiro achei que era trovão, mas logo vi que era tiroteio”, relata ele que mora no Parque São Ramalho, perto da sede da transportadora de valores atacada nesta madrugada.

Nas redes sociais, usuários relataram longo tiroteio, explosões e alertaram para moradores da região não saírem de casa. Balas de fuzil teriam atingido imóveis que ficam perto da sede da empresa de valores.

Um condomínio que fica ao lado da sede da Protege também foi atingido com marca de balas. “Achei que era balão ou fogos, foi um terror. Moro no sexto aqndar não sabia de onde estavam atirando”, disse um morador.

Em nota, a Protege afirma que ” a atuação dos Vigilantes e as barreiras do sistema de segurança impediram o roubo e maiores consequências. Houve registro de um colaborador ferido por estilhaços, que já recebeu atendimento e, felizmente, passa bem. A Protege aguarda a apuração dos fatos e, para isso, colabora com as autoridades policiais em sua investigação”.

A Secretaria da Segurança Pública disse em nota que, “assim como em diversos casos semelhantes, as polícias civil e militar darão uma resposta à altura e tão rápida quanto possível para prender os assaltantes que transtornaram a vida dos cidadãos na madrugada de hoje, em Santo André”.

A SSP diz que a perícia criminal está sendo realizada nos locais, para levantar provas que podem fornecer caminhos para se prender essa quadrilha.

O ataque deixou ao menos 11 veículos incendiados. Na fuga, a quadrilha ateou fogo em caminhões e carros e colocou pregos na rua para evitar a aproximação dos policiais. Vários carros foram roubados, incendiados e houve confronto com a polícia.

Um feirante foi abordado pelos bandidos e teve de descer do caminhão que em seguida foi incendiado. “Atiraram no caminhão e mandaram ele descer”, relata Lenice da Silva, mãe do feirante.

Na Rua Mário Pamplona, São Caetano do Sul, foi abandonado uma picape pequena com cartuchos de emulsão explosivas. Na Avenida Goiás, em São Caetano do Sul, um veículo não identificado foi incendiado. Também foram abandonados e incendiados carros na Rua Sumaré, Alameda Sao Caetano, Rua das Monções e Avenida dos Estados.

Em São Bernardo do Campo, um carro foi abandonado capotado após confronto com a polícia.

Em São Paulo, na Rua Costa Barros houve confronto com viaturas da Força-Tática seguido de acidente de trânsito. Na Rua Ibitirama foi abandonado uma picape pequena e na Avenida Salim Farah Maluf foi abandonado outro veículo, ambos com explosivos e armas no interior.

Na Rua Guacuma foram abandonados dois veículos com cartuchos de fuzil, carregadores e rádios-comunicadores. Na Rua São Raimundo uma viatura da polícia foi atingida por dois disparos. No Viaduto Grande São Paulo, três veículos foram incendiados.

Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) levaram uma série de explosivos encontrados nas proximidades da sede da empresa para ser detonado em um terreno baldio entre as avenidas Guido Aliberti e dos Estados, em Santo André.

Em nota enviada ao Bom Dia São Paulo, a Secretaria de Segurança Pública afirma que assim como em casos semelhantes a polícia civil e militar vai responder à altura e tão rápido para prender os assaltantes. A perícia está sendo feita para apurar o caso.

O viaduto Grande São Paulo, na Vila Prudente, ficou interditado por causa dos carros queimados no local. O bloqueio da via, que é um importante acesso ao ABC paulista, causa congestionamento na região.

Sede da Protege em Santo André foi atacada por bandidos na madrugada desta quarta-feira (Foto: Paulo Matias/VC no G1)
Sede da Protege em Santo André foi atacada por bandidos na madrugada desta quarta-feira (Foto: Paulo Matias/VC no G1)
Carro da Protege foi atigido por tiroteio (Foto: Paulo Matias/VC no G1)
Carro da Protege foi atigido por tiroteio (Foto: Paulo Matias/VC no G1)
Este carro ficou totalmente destruído no ataque à Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Este carro ficou totalmente destruído no ataque à Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Polícia encontrou uma caixa cheia de pregos usada pelos bandidos na ação contra a Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Polícia encontrou uma caixa cheia de pregos usada pelos bandidos na ação contra a Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Internautas flagraram carros incendiados nas proximidades da sede da Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Internautas flagraram carros incendiados nas proximidades da sede da Protege em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Caminhão queimado na Avenida do Estado, em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Caminhão queimado na Avenida do Estado, em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Veículos incendiados provocam congestionamento em Santo André na manhã desta quarta (Foto: TV Globo/Reprodução)
Veículos incendiados provocam congestionamento em Santo André na manhã desta quarta (Foto: TV Globo/Reprodução)
Policial do Gate leva material explosivo apreendido para ser detonado em um terreno baldio em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)
Policial do Gate leva material explosivo apreendido para ser detonado em um terreno baldio em Santo André (Foto: TV Globo/Reprodução)

Comentários

comentários