Edital Senai Sesi de Inovação fortalece as cadeias produtivas da indústria

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O Edital Senai Sesi de Inovação recebe, a partir do dia 25 de julho, propostas de empresas interessadas em financiamento para projetos de inovação tecnológica, de desenvolvimento de protótipos e na área de saúde e segurança do trabalho. Ao todo serão aprovados projetos de até R$ 400 mil de indústrias, de todos os portes e segmentos, além de startups de base tecnológica, totalizando R$ 23,6 milhões.

Segundo o técnico Vitor Carmona, interlocutor do Edital Senai Sesi de Inovação em Mato Grosso do Sul, a maior parte dos R$ 23,6 milhões, ou seja, R$ 20 milhões, será executada pelo Senai e os R$ 3,6 milhões restantes pelo Sesi. “Nesse último caso, são financiadas especificamente iniciativas que reduzam riscos de doenças e de acidentes de trabalho na indústria. Todos os concorrentes precisam atuar em parceria com os departamentos regionais do Senai, Sesi e Senai Cetiqt”, detalhou.

Ele acrescenta que a principal novidade deste ano é um esforço de fortalecimento das cadeias produtivas industriais, sendo que instituições poderão apresentar desafios (problemas e oportunidades de melhorias) que deverão ser solucionados com novos produtos e processos. “O Edital fará a aproximação entre essas instituições e outras empresas que estejam interessadas em desenvolver as soluções inovadoras”, informou.

Vitor Carmona reforça que o objetivo é a aproximação entre instituições inovadoras de diferentes portes para o desenvolvimento de novos produtos e processos e, assim, fortalecer as cadeias produtivas industriais no campo da inovação. Os projetos serão selecionados com base em critérios como o potencial de inovação, o valor aplicado em contrapartida ao investimento do edital e o potencial de comercialização do produto ou do processo.

Outra novidade deste ano é o apoio que a Rede CIN (Rede de Centros Internacionais de Negócios), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), oferecerá aos projetos selecionados, identificando o potencial exportador de cada projeto e orientando os responsáveis. “O setor industrial brasileiro vive um momento muito crítico e a inovação é uma das saídas para a recessão”, avaliou Vitor Carmona.

Ele ressalta que, mesmo no período atual, é necessário manter os investimentos nessa área para que, quando a economia retomar a trajetória de crescimento, a indústria esteja mais produtiva. Além do fomento, o Senai oferece apoio às empresas na forma de infraestrutura, sendo uma rede com 63 institutos de tecnologia com 1,2 mil especialistas presta serviços em áreas como metrologia, testes de qualidade, consultoria em processos produtivos específicos de diferentes setores, entre outros.

Veja abaixo as principais regras para submeter projetos:

PERÍODO DE SUBMISSÃO – De 14 de março a 7 de novembro, empresas interessadas no financiamento podem apresentar propostas.

ANÚNCIO DAS SELEÇÕES – Os resultados são apresentados em dois momentos: 7 de novembro de 2016 e 20 de fevereiro de 2017. Dessa forma, a liberação dos recursos é mais rápida para os primeiros selecionados.

CATEGORIAS DO EDITAL – A: Inovação tecnológica, para projetos de até R$ 400 mil; B: Protótipos de inovação, para projetos de até R$ 150 mil; e C: Inovação em Saúde e Segurança no Trabalho e Promoção da Saúde, para projetos de até R$ 400 mil.

Serviço – As instituições interessadas em propor desafios já podem apresentar suas propostas no endereço www.editaldeinovacao.com.br

– See more at: http://www.fiems.com.br/noticias/edital-senai-sesi-de-inovacao-fortalece-as-cadeias-produtivas-da-industria/21616#sthash.UC9dDDHr.dpuf

Comentários

comentários