#ÉBoato que transexual que saiu 'crucificada' na parada LGBT foi morta

Montagem diz que transexual foi encontrada morta após desfilar 'crucificada'
Montagem diz que transexual foi encontrada morta após desfilar ‘crucificada’ Foto: Reprodução/Facebook

O desfile-protesto da modelo transexual Viviany Beleboni, que apareceu ‘crucificada’ durante a 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, realizada no último domingo, gerou muita polêmica após o evento. A proposta da transexual foi chamar a atenção para a dor e o sofrimento que a comunidade LGBT sente no dia a dia. No topo da cruz, foi colocada uma placa, em que se lia “basta de homofobia com GLBT”.

Em meio a tantos debates, surgiu uma montagem de autoria desconhecida, compartilhada por milhares de usuários, que afirma que Viviany foi encontrada “morta e de braços abertos” após o desfile. Mas, não se iluda: é mentira.

Viviany quis mostrar a dor vivida pela comunidade LGBT no dia a dia
Viviany quis mostrar a dor vivida pela comunidade LGBT no dia a dia Foto: Reprodução/Facebook

Nesta quarta-feira, a modelo publicou um vídeo no Instagram, após três dias ausente das redes sociais, provando que está vivinha da silva.

“Oi, pessoal. Tudo bem? Aqui é Viviany. Só para dizer que essas fotos que estão dizendo aí… eu não estou morta, estou bem viva, e agora eu ressuscitei mesmo no terceiro dia. Muita paz para vocês”, diz a transexual.

A modelo divulgou um vídeo no Instagram provando que está viva
A modelo divulgou um vídeo no Instagram provando que está viva Foto: Reprodução/Instagram

Na legenda do vídeo, Viviany escreveu: “Obrigada pelas críticas…me fizeram ficar mais forte… logo vocês que falaram mal de mim e distorceram minhas fotos e arte terão a minha resposta…”. Muitos internautas se solidarizaram com a transexual, postando comentários de apoio a sua atitude. Outros, no entanto, recriminaram a mulher.

Então, fica a dica: muito cuidado antes de compartilhar publicações nas redes sociais.

EXTRA

Comentários

comentários