Durante visita ao Estado, família real japonesa impõe regras à imprensa

Com o tema ‘120 anos dos laços de amizade Brasil-Japão’, o governador Reinaldo Azambuja e representantes da colônia nipo-brasileira sul-mato-grossense se preparam para solenidade especial de recepção do Príncipe Akishino e da Princesa Kiko, da Casa Imperial do  Japão, na próxima segunda-feira (2) em Campo Grande.

30real

Na Capital sul-mato-grossense, o príncipe e a princesa, acompanhados do governador e de representantes da colônia japonesa participam da cerimônia de descerramento de um monumento construído no Clube de Campo da Associação Esportiva e Cultura Nipo-Brasileira, a partir das 14h30.

O casal imperial está de passagem pelo Brasil desde ontem (28) até o próximo dia 8 de novembro e cumprem uma extensa agenda de celebrações dos laços de amizades entre os dois países.

Essa será a segunda visita do príncipe ao Brasil. A primeira aconteceu em 1988, em comemoração aos 80 anos de imigração japonesa no Brasil. De acordo com o cônsul-geral do Japão em São Paulo, Takahiro Nakamae, o príncipe, que já esteve na Amazônia, fez questão de conhecer o Pantanal brasileiro. Por isso, a sua visita inclui Campo Grande (MS) e a passagem por Miranda, considerada o “Portal do Pantanal”, distante 202 km da Capital.

O governador Reinaldo Azambuja confirmou o laço muito forte que a comunidade japonesa tem no Mato Grosso do Sul e ressaltou que todos os eventos realizados são muito prestigiados pela população. “A comunidade japonesa nos ajudou a ser este Estado pujante em crescimento e com oportunidades. Só temos a agradecer por esta parceria e dizer que será uma alegria receber o nosso príncipe e a nossa princesa”, finalizou.

Além de Campo Grande, o casal imperial também vai visitar as cidades de São Paulo, Curitiba, Londrina, Rolândia, Maringá, Campo Grande, Miranda, Belém, Brasília, onde serão recebidos pela presidente da República e Rio de Janeiro.

Protocolo

Por questões institucionais e protocolares estabelecidas pela Casa Imperial do Japão, durante a cobertura de imprensa dos compromissos dos príncipes algumas orientações precisam ser respeitadas pelos profissionais de comunicação designados para a solenidade.

  • Executar as atividades de reportagem apenas nos locais indicados, os quais estarão previamente reservados exclusivamente à imprensa;
  • Não passar e nem caminhar à frente de Suas Altezas Imperiais;
  • Não acompanhar de perto Suas Altezas Imperiais;
  • Não fotografar Suas Altezas Imperiais por trás e do alto;
  • Não posicionar o microfone diante de Suas Altezas Imperiais e nem gravar as suas conversas, exceto em momentos de discursos oficiais;
  • Não fazer perguntas às Suas Altezas Imperiais;
  • Não é permitido fotografar o momento em que o Príncipe e a Princesa estiverem adentrando ou descendo do carro;
  • Não é permitido fotografar quando o Príncipe e a Princesa estiverem assinando o livro;
  • Não é permitido pedir para o Príncipe e a Princesa fazerem pose;
  • A imprensa pode fotografar somente o início dos eventos:
    1) Caso não haja discurso, é permitido fotografar aproximadamente um minuto após o Príncipe e a Princesa se sentarem.
    2) Caso haja discurso, poderá fotografar somente durante o discurso.
  • Durante quaisquer apresentações nos eventos, o Príncipe e a Princesa não devem ser fotografados.

Príncipe Akishino

Fumihito, ou príncipe Akishino, é o filho mais novo do imperador do Japão, Akihito, e o segundo na linha de sucessão ao Trono do Crisântemo. Ele nasceu em 30 de novembro de 1965 e recebeu o título de príncipe Akishino após o casamento com Kiko Kawashima, em 1990.

Formado pela Faculdade de Direito da Universidade de Gakushuin, especializou-se em Zoologia pela Universidade de Oxford. Entre outros títulos que carrega, Fumihito é presidente da Associação de Zoos e Aquários do Japão e do Instituto Yamashina de Ornitologia.

Princesa Akishino

Kiko Kawashima é a segunda plebeia a entrar para a família imperial japonesa (depois de Michiko, atual imperatriz). Filha de professor universitário, Kiko recebeu o título de princesa Akishino quando se casou com Fumihito.

Ela é formada em Psicologia da Universidade de Gakushuin e pós-graduada na mesma área de estudos pela Universidade de Ochanomizu. Os filhos do casal são a princesa Mako, de 24 anos, que hoje vive na Inglaterra onde faz pós-graduação de Museologia; a princesa Kako, de 21 anos, que estuda Artes na Universidade Cristã Internacional e o príncipe Hisahito, que ainda tem 9 anos e está no ensino fundamental.

Comentários

comentários