Dourados descarta óbito por H1N1 após descobrir que vítima era de Douradina

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados divulgou nota no início da tarde desta quarta-feira (1) informando que o paciente de 59 anos, morto em decorrência da gripe H1N1 seria morador em um sítio na cidade de Douradina e não no Jardim Água Boa.

A paciente veio a óbito no dia 19 de maio no Hospital da Vida e a suspeita é que seja por H1N1- Foto: Gizele Almeida
A paciente veio a óbito no dia 19 de maio no Hospital da Vida e a suspeita é que seja por H1N1- Foto: Gizele Almeida

A vítima foi internada no Hospital da Vida com os sintomas na semana passada e teria dado o endereço do irmão, residente no bairro. Logo depois foi encaminhado ao Hospital Evangélico. Seu óbito ocorreu em 27 de maio.

Por conta do registro, o município conta com uma morte sob investigação, o de uma mulher de 37 anos, conforme mostrado ontem.

Segundo novo balanço divulgado pelo Núcleo, são 35 notificações da doença em Dourados, com 14 casos confirmados de H1N1 e cinco descartados. Outras 16 pessoas aguardam resultados dos exames. (Com Informações Dourados News)

Comentários

comentários