Dorival Júnior é demitido pelo Santos depois de perder clássico

Da ESPN.com

Após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians na Arena de Itaquera, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, Dorival Júnior não é mais o técnico do Santos. A demissão do comandante foi definida na tarde deste domingo pela diretoria do clube alvinegro. Elano será o técnico interino por enquanto.

Dorival assumiu o time da Baixada Santista no dia 9 de julho de 2015, sendo assim o técnico há mais tempo no cargo entre todos os clubes da Série A.

Em sua segunda passagem pelo Santos, ele ganhou o Campeonato Paulista de 2016 e foi vice-campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileliro de 2016.

Apesar de ter liderado seu grupo na primeira fase da Copa Libertadores da América, a queda nos pênaltis para a Ponte Preta nas quartas de final do Estadual deste ano e o início ruim no Nacional fizeram o treinador ser questionado na Vila Belmiro.

Além disso, alguns reforços pedidos pelo treinador – como o zagueiro Cléber e o volante Leandro Donizete – não conseguiram demonstrar bom desempenho.

Dorival Júnior não tinha qualquer problema com o elenco para desenvolver seu trabalho e contava com a confiança de Modesto Roma Júnior. O que pesou foi a pressão externa, que diante dos resultados insatisfatórios na temporada, se tornou insustentável para o mandatário santista. Mesmo contra vontade, Modesto foi convencido a demitir Dorival Júnior.

Em 2017, o Santos conseguiu 15 vitórias, quatro empates e oito derrotas sob o comando do agora ex-treinador.

Comentários

comentários