Dólar opera em queda e bate R$ 3,12, à espera de ingresso de recursos

d666cc0e-ba78-464e-a7ac-ed49b5b34298
Moeda norte-americana não fecha abaixo de R$ 3,12 há um ano (Foto: Divulgação/G1)

O dólar opera em queda em relação ao real nesta segunda-feira (24), chegando a atingir R$ 3,12, acompanhando o movimento da moeda norte-americana ante divisas emergentes e à espera de fluxo de ingresso de recursos, segundo a Reuters.

Às 15h19, a moeda norte-americana caía 1,19%, vendida a R$ 3,123.  A última vez que o dólar fechou abaixo de R$ 3,12 foi no dia 30 de junho de 2015, quando a moeda encerrou os negócios vendida a R$ 3,1089.

Neste ano, o dólar atingiu o menor valor em 10 de agosto, quando fechou a R$ 3,1322. “O prazo para regularização dos recursos no exterior está terminando e fica mais intenso esta semana. Com a votação da PEC do teto dos gastos amanhã, dependendo do que acontecer, o dólar pode ir até R$ 3 até o final do ano”, disse à Reuters o analista de câmbio da corretora Gradual Investimentos, Marcos Jamelli.

O prazo para regularização dos recursos de brasileiros no exterior termina no próximo dia 31 de outubro e os investidores também estão de olho no Congresso, onde na terça-feira a Câmara dos Deputados deve votar em segundo turno a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos. A expectativa de sucesso com boa margem de votos também favorecia o recuo da moeda norte-americana ante o real nesta sessão.

Nesta manhã, a pesquisa Focus do Banco Central mostrou que a previsão para o câmbio no final deste ano cedeu para R$ 3,20, de R$ 3,25 na semana anterior.

“Embora não faça preço diretamente, a Focus dá um sinal para aqueles que viam um dólar mais pressionado”, comentou Jamelli.

No exterior, o clima melhor fazia as divisas de países emergentes, como a lira turca e o peso chileno, ganharem contra o dólar.

Comentários

comentários