Dois presos são encontrados enforcados em banheiros da Máxima

A Polícia Civil investiga duas mortes que aconteceram, por volta das 15 horas de sexta-feira (17), no Presídio Jair Ferreira de Carvalho, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Presídio de Segurança Máxima da Capital onde o detendo foi encontrado morto (Foto: Ilustração)
Presídio de Segurança Máxima da Capital onde o detendo foi encontrado morto (Foto: Ilustração)

Segundo informações do boletim de ocorrência, Marcos Antônio Bispo, de 28 anos, e Djalma da Silva Adão, 25, foram encontrados mortos por um agente penitenciário depois do banho de sol.

Eles estavam pendurados com cordas amarradas ao pescoço, um em cada banheiro do pavilhão 2.

Marcos Antônio Bispo tinha passagens por tráfico de drogas, furto e homicídio enquanto Djalma da Silva Adão já esteve envolvido até em troca de tiros com a tropa de choque da Polícia Militar.

Delegado da Depac e Perícia estiveram no local acompanhando o caso, que é tratado como morte a esclarecer.

Outro Caso

Na última quinta-feira (16), o detento de 37 anos, identificado como Jorge Sales Kramer, foi encontrado morto no Presídio de Segurança Máxima. O corpo foi encontrado por um agente penitenciário. O preso foi encontrado sentado no solário do pavilhão já sem vida. No colo da vítima havia um prato com um pó branco.

Comentários

comentários