Dois homens morrem em confronto com Batalhão de Choque na Capital

Dois jovens morreram em troca de tiros com policiais do Batalhão de Choque (BPChoque) da Polícia Militar (PM), na madrugada desta segunda-feira (28), no bairro Dom Antônio Barbosa.

28choque

De acordo com as primeiras informações da polícia, o confronto aconteceu entre 2h e 3h.

Os policiais tentaram abordar dois homens estavam com uma picape roubada, mas a dupla reagiu, houve troca de tiros e os dois homens morreram.

O Batalhão de Choque marcou coletiva de imprensa às 9h para falar sobre o assunto. Segundo consta, o comandante da unidade, coronel Marcos Paulo, é quem falará sobre a ocorrência, classificada como “muito complexa” por PMs.

Em quatro dias, cinco pessoas foram mortas pela polícia na Capital. Na noite do dia 24, ao tentar evitar um assalto, o policial militar Flávio Luiz Galioto, 33 anos, atirou e matou Fernando Trindade Gonçalves, 30 anos, em frente a conveniência Festas e Cia, na Avenida Coronel Antonino. Durante os disparos, uma bala perdida atingiu Wendell Lucas dos Santos, 23 anos, que passava pelo local de carro.

Ele foi baleado na nuca chegou a ser socorrido, mas morreu na Santa Casa.

No mesmo dia, Rafael Vicente Canto, 22 anos, morreu baleado depois lutar com um PM. O rapaz estava com uma faca na mão, ameaçando moradores da Rua Dulcimar Martins Galvão, no Bairro Bom Retiro. A Polícia Militar foi chamada, Rafael partiu com uma faca para cima dos PMs e acabou morto com tiro no tórax.

Comentários

comentários