DOF recupera caminhonete roubada e apreende 1.408 quilos de maconha

Uma ação desencadeada pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) resultou na recuperação de uma caminhonete roubada e na apreensão de 1.408 quilos de maconha, na noite dessa sexta-feira, 10 de julho, em Amambai, informa o Portal de notícias A Gazeta de Amambai.

Foto A Gazeta News
Foto A Gazeta News

A ação conjunta teve início quando a Polícia Militar saiu ao encalço de um Ford Fusion cor preta com placas de Dourados-MS que teria atropelado uma mulher na região central da cidade, em Amambai.

Abordado por uma equipe do Departamento de Operações de Fronteira, os ocupantes do Fusion, o condutor Willian Veríssimo Agenor da Silva, de 21 anos, que tinha como carona, Jhonatan Willian Estica da Silva, de 19 anos, teriam se mostrado bastante nervosos.

Em vistoria no veículo os policiais encontraram a chave de caminhonete Mitsubishi e ao ser indagada, a dupla, que é moradora em Amambai, teria relatado que pertencia na uma caminhonete que estava na casa de um amigo, também residente na cidade.

Desconfiados da situação, os policiais se deslocaram até a residência do tal amigo da dupla, identificado como sendo Anderson Brito de Oliveira, de 20 anos, onde se depararam com uma caminhonete Mitsubishi L200 Triton, cor vermelha, que estava com placas de Sorocaba, estado de São Paulo.

Em vistoria na caminhonete os policiais encontraram 1.300 tabletes de maconha que depois de pesados, totalizaram os 1.408 quilos da droga.

Durante checagem do veículo os policiais descobriram que a Mitsubishi estava com placas frias e teria sido roubada na capital paulista.

De acordo com o DOF, ao receber voz de prisão o trio teria relatado que havia pegado a caminhonete com a droga em Coronel Sapucaia, fronteira com o Paraguai e levariam a Mitsubishi até a cidade de Caarapó, onde deixaria as margens da rodovia MS-156 para posteriormente ser recolhida por outros indivíduos.

Segundo a polícia, Jhonatan seria o condutor da caminhonete com a droga, Willian seguiria com Fusion fazendo o papel de batedor e Anderson Brito daria cobertura ao esquema de tráfico.

O trio, juntamente com os veículos e a maconha apreendida durante a operação policial, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Amambai.

De acordo com a polícia eles responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Comentários

comentários