Dilma cancela vinda ao MS por problema de saúde da mãe

A presidente Dilma Rousseff (PT) desembarcaria pela segunda vez após reeleita em Mato Grosso do Sul. Desta vez para lançar, em Três Lagoas, a duplicação da Fibria, indústria que terá investimento de R$ 7,7 bilhões e previsão para gerar 40 mil empregos.

30dir

 

Porém, a presença da presidente foi cancela. De acordo com a assessoria de imprensa, a mãe de Dilm que tem 91 anos, passou mal. e por isso a presidente não embarcou.

Em maio deste ano, a mãe da presidente chegou a ser internada no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, depois de passar mal.
A presidente deve permanecer durante toda esta sexta-feira (30) acompanhando a mãe.

No lugar dela, a ministra da agricultura, Kátia Abreu, representará Dilma no lançamento do projeto Horizonte 2, nova linha de produção de celulose da empresa Fibria.

Segundo a assessoria, a previsão era que Dilma pousasse no aeroporto de Três Lagoas por volta das 9h40 de hoje. Ela faria um pronunciamento por volta das 10 horas e voltaria para Brasília pouco antes do meio-dia.

Comentários

comentários