Deputados de oposição e da situação cobram governo sobre crateras em rodovias

Cabo AlmiO deputado cabo Almi (PT) discursou hoje na Tribuna da Assembleia Legislativa de MS, cobrando rapidez do Governo do Estado no recapeamento das ruas do município de Deodapólis que tem sofrido com crateras nas vias públicas. A cidade que fica a 260 quilômetros de Campo Grande,  tem a tempos cobrado e pedido solução ao problema que é de responsabilidade da administração estadual, pois é uma rodovia do Estado, que corta todo o município.

Na sessão desta quarta-feira (31), Cabo Almi, que também é 2º secretário da Assembleia Legislativa, como colegas do partido e da base da atual gestão, falaram sobre o assunto e usaram a tribuna para cobrar do Governo do Estado uma solução para o problema enfrentado pela população.

“Existe uma emergência e o Estado precisar apresentar a solução. Muitos deputados já fizeram o pedido para restaurar as ruas do centro de Deodapólis, mas até agora o governo não tomou providência. A população e os comerciantes estão indignados”, disse Cabo Almi.

O vice-presidente da Casa de Leis, deputado Onevan de Matos (PSDB), lamentou a demora em reparar as ruas do município. “Infelizmente, tenho que concordar com a morosidade. Vou procurar mais uma vez o governador Reinaldo Azambuja e solicitar o recapeamento, pois a situação de Deodapólis é séria”, relatou.

Para o 1º secretário Zé Teixeira (DEM), é preciso alterações na Lei 8.666, que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública. “É imprescindível que desburocratize as licitações para tornar mais rápido o processo”. O parlamentar se somou em defesa de Deodapólis e reafirmou que estará com o secretário de Estado de Infraestrutura, Ednei Marcelo Miglioli, para solicitar o recapeamento das vias da cidade.

Comentários

comentários