Depois de críticas, MEC garante 90% das verbas para a pós-graduação

Após causar alarme com uma orientação de cortes de verba de até 75% para os cursos de mestrado e doutorado de instituições públicas brasileiras, o Ministério da Educação (MEC) divulgou em nota no último sábado (11) que garantirá 90% do valor – R$ 1,65 bilhão – para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) responsável pelos programas de pós-graduação.

Universidades federais responderam prontamente ao corte com duras críticas ao MEC e afirmaram que a medida prejudica o desenvolvimento das pesquisas no país. A Universidade Federal da Bahia (UFBA) chegou a anunciar a suspensão das suas atividades de pós-graduação caso o orçamento de R$ 4,2 milhões fosse reduzido à R$ 1 milhão.

O ministro da educação, Renato Janine, chegou a publicar em sua conta na rede social Facebook que nenhuma bolsa será interrompida e novas bolsas continuarão a ser concedidas.

janinedeclaraçãoFB

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), afirma que a instituição terá reuniões até o fim desta semana para definir estratégias à respeito da readequação orçamentária. Os cursos de pós-graduação devem continuar seu funcionamento normalmente.

 

Comentários

comentários