Delcídio sobre diálogo de Dilma e Lula: ‘Grampos corroboram o que falei’

O senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS) reagiu à divulgação dos grampos em que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula conversam sobre uma ofensiva para conter a Lava-Jato.

Delcídio, Dilma e o veneno do escorpião
Delcídio, Dilma e o veneno do escorpião

“Tudo isso que está acontecendo corrobora o que eu falei. Alguém agora tem alguma dúvida de que o governo estava interferindo na Lava-Jato?”, disse Delcídio à coluna Radar Online, da Revista Veja, no fim da noite de quarta-feira (16), quando aconteceu uma série de manifestações contra Lula ministro.

O senador foi irônico sobre o fato de Lula e Dilma, assim como ocorrera na véspera com Aloizio Mercadante, terem sido grampeados em conversa tentando obstruir investigações — razão que levou à sua prisão, em novembro: “O veneno do escorpião que me picou vai acabar com o governo”.

Delcídio não deixou de comentar o fato de ter sido chamado de “canalha” pelo ex-ministro da Casa Civil e agora ministro do gabinete (sic) de Dilma, Jaques Wagner: “Você viu? Para mim foi um elogio!”.

Comentários

comentários