Delcídio pede a ministro do STF autorização para viajar para São Paulo

O senador licenciado Delcídio do Amaral (PT-MS) pediu autorização ao ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), para viajar para São Paulo por motivos de saúde.

Foto Evaristo Sá/AFP
Foto Evaristo Sá/AFP

A defesa informou no pedido que ele precisa passar por exames médicos. O pedido é para que ele fique na capital paulista entre esta sexta-feira (26) e o dia 7 de março.

Delcídio estava preso preventivamente desde novembro de 2015 acusado de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu revogar a prisão do senador, que ficou quase três meses afastado do Senado.

Durante o período em que esteve afastado, quando estava preso, Delcídio do Amaral nunca teve abatimento no salário. Desde sexta-feira ele está em recolhimento domiciliar, em Brasília. Ele pediu licença do mandato por motivos de saúde.

Teori remeteu o pedido da defesa de Delcídio ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que ele opine por autorizar ou não a viagem. Só então, o ministro irá tomar uma decisão.

Delcídio tem autorização para sair de casa para trabalhar no Senado, mas tem que se recolher à noite e nos dias de folga. Se estiver licenciado ou afastado do cargo, não pode sair sem autorização judicial. (G1)

Comentários

comentários