Delcídio afirma que é “profeta do caos”

Outro “alvo” de Delcídio é o ministro da Secretaria de Comunicação Social e tesoureiro da campanha de Dilma nas eleições de 2014, o petista Edinho Silva

“Eu não sou vilão. Eu não sou bandido. Eu sou um profeta do caos”, disse o senador Delcídio do Amaral em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo nesta terça-feira (15).

16delcídio

A delação premiada do ex-petista chegou aos principais gabinetes de Brasília. Ao mencionar Aloizio Mercadante (atual ministro da Educação), o senador afirma que o ex-colega tentou evitar a delação oferecendo apoio financeiro e lobby junto ao STF (Supremo Tribunal Federal) e que a ajuda não teria acontecido “por amizade”: “Amigo? Ele é amigo da onça! Onde ele era meu amigo? Minha história toda no Senado é de briga com ele. Todo mundo sabe disso”, dispara.

Já Mercadante afirma que a ajuda foi oferecida por “solidariedade” e sob nenhuma hipótese com objetivo de “comprar” o silêncio do senador. Segundo Delcídio durante a entrevista, a gravação feita de Mercadante por um assessor comprova a tese de que o governo tentou interferir no curso da Operação Lava Jato – tese central em sua delação.

Outro “alvo” de Delcídio é o ministro da Secretaria de Comunicação Social e tesoureiro da campanha de Dilma nas eleições de 2014, o petista Edinho Silva: “Esse aí não aguenta um empurrão”.

Comentários

comentários