De malas prontas para o PR, Délia remete saída do PMDB a falta de apoio

A vereadora Délia Razuk alegou falta de apoio nas eleições de 2014 para justificar a sua saída do PMDB para o PR. Em entrevista ao programa A Hora da Verdade da rádio Grande FM na manhã de sábado (29), a legisladora disse não ter vencido a disputa para a Assembleia Legislativa no ano passado por que não houve esforço de membros de seu partido.

Vereadora Délia Razuk troca o PMDB pelo PR - Foto: Divulgação/CMD
Vereadora Délia Razuk troca o PMDB pelo PR – Foto: Divulgação/CMD

No pleito ela conquistou 19.938 votos, porém não atingiu coeficiente eleitoral suficiente para ser eleita. No município, ela somou o voto de 11.181 eleitores.

“Não tive apoio do PMDB. Se tivessem me apoiado, hoje eu seria deputada estadual e cumpriria o meu compromisso com a população. Fui mais votada por duas vezes em Dourados como vereadora e agora também como deputada, tenho aceitação boa da comunidade”, disse.

Apesar da saída, Délia afirmou ter carinho pelo PMDB, porém, estaria feliz com a mudança, já que lideranças da nova sigla estariam a recebendo de ‘portas abertas’ para o que ela chamou de ‘construir uma candidatura sem imposição’.

“Estou indo para o PR que me recebe de braços abertos. Tenho carinho especial pelo Londres [ex-deputado Londres Machado] e pretendemos construir uma candidatura forte em 2016, claro, se o partido achar que deve ser. Não estou indo para o PR com imposições”, afirmou.

Délia Razuk é a segunda liderança a deixar o PMDB desde o início do ano.

O primeiro foi o radialista e ex-deputado federal Marçal Filho, que trocou o partido pelo PSDB do governador Reinaldo Azambuja. Marçal também é um dos nomes tidos como forte para o pleito do ano que vem em Dourados.

Com Informações Dourados News

Comentários

comentários