Cuca aumenta força caseira e pode conquistar segundo título na arena

Cuca assumiu o Palmeiras em março com a missão de reorganizar uma equipe que era alvo de críticas por causa da irregularidade. Sete meses depois, com a equipe perto de confirmar o título nacional, é sabido por todos que o objetivo da atual comissão técnica foi alcançado com muito sucesso. Mas, para que as eliminações do primeiro semestre se transformassem nas 27 rodadas de liderança no Brasileirão, o treinador conseguiu recuperar um forte aliado: o fator casa.

Invicta em partidas mata-mata e fundamental na conquista da Copa do Brasil do ano passado, a moderna casa do Verdão não vinha fazendo mais tanta diferença para o time de Marcelo Oliveira no início do ano. Tanto que a derrota na arena para o Nacional, do Uruguai, pela Libertadores, acabou mudando o rumo do time em 2016. De lá para cá, com Cuca no comando, o palco da partida deste domingo contra a Chapecoense se transformou vital para a equipe palmeirense.

Cuca perdeu só uma vez na arena neste Brasileiro (Foto: Globo Esporte)
Cuca perdeu só uma vez na arena neste Brasileiro (Foto: Globo Esporte)

Líder do Brasileirão, o Palmeiras é o time que menos perdeu em casa no torneio: apenas uma vez, empatado com o Atlético-PR (o clube paranaense foi derrotado justamente pelo Verdão). Somadas as partidas de Cuca no Paulistão e no Brasileirão, o aproveitamento dele na arena é de 81,7% dos pontos disputados, índice superior aos antecessores Dorival Júnior (16,7%), Oswaldo de Oliveira (72,2%) e Marcelo Oliveira (60,9%) e também geral do estádio (69,8%).

Em 20 partidas na arena, Cuca conquistou 15 vitórias, quatro empates e sofreu apenas uma derrota. Foram 40 gols marcados (média de dois por jogo) e 11 sofridos (0,55 por partida) – a atual série invicta é de dez jogos – a maior desde a reinauguração, em 2014, igualando sequência de Marcelo Oliveira.

Alberto Valentim também chegou a comandar o Verdão na arena, na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense no Brasileirão do ano passado, no período entre a saída de Oswaldo de Oliveira e a chegada de Marcelo Oliveira.

Dono da melhor média de público do Brasileirão (31.997 torcedores por jogo), considerando os duelos contra Grêmio no Pacaembu e Cruzeiro em Araraquara, o Palmeiras terá casa cheia mais uma vez no domingo. Os ingressos para a partida contra a Chapecoense estão esgotados desde o dia 17 de novembro. Tudo pronto para mais uma festa de título em casa? (Globo Esporte)

Comentários

comentários