Cruzeiro arranca empate contra o Grêmio e mantém Timão na liderança

Gazeta Esportiva/JN

Que jogo! Para explicar a exclamação basta dizer que o Mineirão recebeu um Cruzeiro e Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, na noite desta segunda-feira, e ter como placar final um empate por 3 a 3, movimentado.

Cruzeiro e Grêmio fizeram uma das melhores partidas do campeonato (Foto: Gazetapress)

Quando o árbitro apitou o fim da partida, as duas equipes ainda tentavam desempatar e as duas tinham chances e fôlego para isso. O Cruzeiro correu atrás de um placar contrário em 2 a 0. O Grêmio fez dois gols no primeiro tempo, mas a Raposa descontou ainda na etapa inicial. Na volta do intervalo, os celestes fizeram o segundo e sofreram o terceiro, mas novamente conseguiram o empate.

Foi um jogo bastante movimentado, com várias chances para as duas equipes e um duelo tático interessante proporcionado por Renato Gaúcho e Mano Menezes. Pelo lado cruzeirense, Thiago Neves foi o principal destaque, já pelo lado tricolor, Luan – sempre ele – chamou as atenções.

O resultado deixa o Grêmio ainda na vice-liderança, com 19 pontos. Na próxima rodada, o grupo de Renato Gaúcho, recebe o Coritiba, na quinta-feira, às 21h. Já a Raposa está na 8ª colocação, com 11 tentos e vai ao Moisés Lucarelli, enfrentar a Ponte Preta, também na quinta, às 19h30.

O JOGO 

O duelo começou equilibrado. O jogo era lá e cá, as duas equipes estavam abertas, um jogo bom, com os ataques com vários jogadores a frente da linha da bola dando opções.

O Grêmio chegou ao Mineirão sendo um dos principais times do futebol brasileiro, bem colocado e buscando a liderança da competição. A forma de jogar da equipe do técnico Renato Gaúcho tinha Luan bem aberto e o atleta era a todo momento chamado para atuar.

Aos 15 minutos surtiu efeito do bom jogo feito pelo Grêmio. Luan fez cruzamento na primeira trave e encontrou Kannemann. Ele desviou a bola que foi na trave e Everton aproveitou o rebote para marcar.

Após sofrer o tento, o Cruzeiro perdeu em intensidade e tinha mais dificuldade para ir contra a meta do Grêmio. Isso durou, porém, apenas alguns minutos e voltou a dominar o duelo.

Se a coisa já estava ruim, piorou aos 40 minutos, com o técnico Mano Menezes expulso de campo por causa do excesso de reclamação. Neste momento, a torcida, já sem paciência, vaiava o grupo em campo, fazendo o Mineirão jogar contra.

Mas o Grêmio foi cirúrgico. Aos 41, Michel ampliou. Em cobrança de falta, novamente com Luan fazendo o cruzamento, a bola fica com Everton. Ele cruzou rasteiro e Michel aparece na pequena área para empurrar para o fundo das redes.

Para melhorar a situação do Cruzeiro, Thiago Neves descontou. O jogador recebeu a bola na frente e chutou firme para tirar a diferença.

Segundo tempo é ainda mais emocionante

O Cruzeiro voltou com intensidade para conseguir marcar seu gol e, pelo menos, empatar o duelo. Logo aos 2 minutos, Thiago Neves encontrou Rafael Sóbis em boas condições que colocou no canto, de perna esquerda, e conseguiu o empate.

Não demorou para o Grêmio buscar novamente a vantagem. Aos 14 minutos, Pedro Rocha recebeu no alto, passe de Luan, e chutou. Fábio soltou e Ramiro colocou no fundo das redes.

A alegria gremista durou apenas três minutos. Isso porque Robinho recebeu na área e chutou no canto para colocar novamente a igualdade no placar.

Depois de sofrer o gol, o Grêmio passou a dominar o jogo. Comandado por Pedro Rocha e Luan, a equipe trocava passes no campo de ataque enquanto a Raposa se defendia com qualidade.

FICHA TÉCNICA CRUZEIRO 3 X 3 GRÊMIO

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 19 de junho de 2017, segunda-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)

Gols: 
CRUZEIRO: Everton, aos 15 minutos do primeiro tempo, Michel, aos 41 minutos do primeiro tempo, Ramiro, aos 14 minutos do segundo tempo;
GRÊMIO: Thiago Neves, aos 45 minutos do primeiro tempo, Rafael Sóbis, aos 2 minutos do segundo tempo, Robinho, aos 17 minutos do segundo tempo (Cruzeiro).

Cartões amarelos: Diogo Barbosa, Robinho, Rafael Sóbis (Cruzeiro); Ramiro (Grêmio)

CRUZEIRO: Fábio; Ezequiel, Léo, Caicedo, Diogo Barbosa; Lucas Romero, Ariel Cabral (Lucas Silva), Robinho (Ramon Ábila), Thiago Neves, Rafael Sóbis (Elber), Alisson.
Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann (Rafael Thyere) e Bruno Cortez; Michel, Ramiro, Arthur, Pedro Rocha (Fernandinho); Luan, Everton.
Técnico: Renato Gaúcho.

Comentários

comentários