Criada em 2009 para desafogar judiciário, 8ª Vara Cível é instalada seis anos depois

Após seis anos de sua criação, a 8ª Vara Cível da Comarca de Dourados foi instalada em solenidade realizada na tarde desta sexta-feira (7). Segundo o presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), desembargador João Maria Lós, a demora ocorreu devido à falta de espaço, recursos financeiros e necessidade de contratação de servidores, mobiliário e equipamentos como computadores.

Oitava Vara Cível foi instalada em Dourados após seis anos de sua criação - Foto: Fabiane Dorta
Oitava Vara Cível foi instalada em Dourados após seis anos de sua criação – Foto: Fabiane Dorta

De acordo com ele, com a instalação da Central de Processamento Eletrônico, muitos processos estão sendo retirados do prédio e diante disso, funcionários e materiais estão ficando ociosos. Isso facilita a instalação da Vara porque basta definir um espaço físico, transferir para este os equipamentos e pessoal que estava pouco aproveitado, ficando apenas o custo para a contratação de um juiz.

“O custo é muito pequeno e vai atender a demanda que é grande. A cidade está crescendo muito e isso reflete na quantidade de processos que são distribuídos. Nós temos que estar atentos para isso, para não entupir o judiciário e impedir o andamento adequado dos processos”, afirmou.

A instalação da nova Vara que já estava criada foi reivindicada por juízes em uma visita feita pelo desembargador a Dourados, em março deste ano. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) também fez o mesmo pedido. “Diante desse pleito, nós verificamos a viabilidade”, disse Lós.

Segundo o diretor do Foro da Comarca de Dourados, juiz Waldir Marques a necessidade acompanha a demanda.

“A distribuição de processos de todas as naturezas têm aumentado dioturnamente e temos Varas com serviço sobrecarregando magistrados e funcionários. A criação de mais uma vara vai ajudar em muito e vai dar mais celeridade em nossos processos”, relatou.

Para se ter uma ideia da sobrecarga, nas quatro varas cíveis que já existiam em Dourados, foram distribuídas 3.786 novas ações no primeiro semestre deste ano, ou seja, entram todos os meses 540 processos, segundo a Coordenadoria de Estatística do TJMS. Até junho, estas acumulavam 15.418 processos em tramitação. Com a nova vara, que seria a quinta para esta finalidade, os processos que chegam terão mais um local para o qual serão designados. Dessa forma, há maior agilidade.

Durante a solenidade realizada para a instalação da nova vara, também foram entregues à Comarca de Dourados veículos que serão acrescentados à frota. Estes serão usados, principalmente, em trabalhos sociais.

Dourados News

Comentários

comentários