Corumbá segue com ações de combate a raiva; já são 29 casos da doença em cães

Desde março deste ano, Corumbá enfrenta um surto de raiva animal. De lá para cá, várias ações já foram desenvolvidas para bloquear o vírus da doença. Contando com o apoio da Prefeitura de Campo Grande, do Governo do Estado, Marinha e Exército, a Secretaria de Saúde da cidade, através do Centro de Controle de Zoonoses, já vacinou 23.059 animais, sendo 18.976 cães e 4.083 gatos.

Ações de combate a doença continuam na cidade  (Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)
Ações de combate a doença continuam na cidade
(Foto: Anderson Gallo/Diário Corumbaense)

Até agora, foram confirmados 28 casos de raiva animal por laboratório e 1 por vínculo epidemiológico, do cão que transmitiu a raiva ao paciente de 38 anos, que morreu nesta quarta-feira (13) em Campo Grande, após quase um mês internado.

Ainda de acordo com dados da Secretaria de Saúde, em março, 104 pessoas que sofreram qualquer tipo de agressão por cães procuraram atendimento em unidades de saúde do município; em abril, foram 185 e agora em maio, já são 96.

Depois de cobrir toda a cidade com a vacinação, as equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizam a fase de “recuperação” para chegar até os animais que ainda não receberam a dose da vacina antirrábica, devido ao fato de os imóveis estarem fechados, durante a etapa anterior. O CCZ também está realizando a vacinação em sua sede, no bairro Guanã, das 07 às 17 horas, inclusive nos fins de semana.

Ladário

Em Ladário, a Secretaria de Saúde do município contabiliza seis casos de raiva animal confirmados até agora. A doença foi detectada laboratorialmente em cães considerados semi domiciliados e não domiciliados. Na última semana, morreu um cavalo que apresentava sinais da doença. O material do animal foi coletado e enviado para análise, para confirmação se a morte foi por raiva.

Assim como Corumbá, Ladário realizou a vacinação de casa em casa, abrangendo todos os bairros da cidade e da zona rural, imunizando 3.720 animais, destes, foram 3.188 cães e 532 gatos. Os proprietários que não vacinaram seus animais, devem procurar o Núcleo de Controle de Zoonoses, localizado na rua Emília Alves, bairro Alta Floresta I, das 07h às 11h e das 13h às 17h.

Com Informações Diarionline

Comentários

comentários