Cortes do Banco do Brasil vão atingir oito agências em MS

O Banco do Brasil anunciou neste domingo (20), conjunto de medidas para ampliar o investimento no atendimento digital e aumentar a eficiência operacional. O BB vai rever e redimensionar a estrutura da organização em todos os níveis: estratégico (direção geral), tático (superintendências nos estados), de apoio (órgãos regionais) e de negócios (agências).

Oito agências do Banco do Brasil serão afetadas em MS por reestruturação
Oito agências do Banco do Brasil serão afetadas em MS por reestruturação

A rede de atendimento passará por mudanças para se adequar ao novo perfil e comportamento dos clientes, com otimização de estruturas e ampliação de serviços digitais.

As medidas vão resultar no encerramento de 31 superintendências regionais, 402 agências e na transformação de outras 379 em postos de atendimento bancário. Em outubro, o Banco do Brasil já havia iniciado o encerramento de outras 51 agências.

Em Mato Grosso do Sul, oito agências serão afetadas com a nova medida, segundo nota encaminhada pela superintendência do banco. Quatro terão as atividades encerradas e outras quatro serão alçadas para postos de atendimento bancário.

Apenas com a reorganização de suas unidades, o BB estima redução anual de R$ 750 milhões em despesas, valor que poderá aumentar significativamente a partir da adesão de funcionários ao Plano Extraordinário de Incentivo a Aposentadoria, que o Banco também anuncia hoje.

Mato Grosso do Sul

O Banco do Brasil oferece 103 unidades de atendimento no Mato Grosso do Sul, sendo 86 agências e 17 postos de atendimento, além de 239 correspondentes bancários, 797 caixas eletrônicos e 261 terminais da rede Banco 24h.

Com a reorganização, 4 agências serão encerradas e 4 agências serão transformadas em postos de atendimento. O Banco do Brasil permanecerá com uma das maiores redes de atendimento do Estado, com 78 agências e 21 postos de atendimento.

Atualmente são 1381 funcionários no Mato Grosso do Sul e 202 fazem parte do público potencial do Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada, que prevê adesão voluntária.

Aposentadoria

A revisão da estrutura do BB levará à redução de 9.300 vagas no quadro de pessoal. Para a adequação, o BB lançará Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada para público potencial de até 18 mil pessoas que já reúnem condições para se aposentar, com adesão totalmente voluntária.

Será concedido incentivo de desligamento correspondente ao valor de doze salários, além de indenização pelo tempo de serviço, que varia de 1 a 3 salários, a depender do tempo de Banco (entre 15 e 30 anos completos).

Comentários

comentários