Corpo encontrado carbonizado em meio a pneus pode ser de travesti desaparecida

Um corpo encontrado carbonizado em meio a pneus no último dia 05 de setembro na rua Elizário Leite, em Anastácio, sudoeste do Estado, pode ser de uma travesti que ficou famosa na cidade depois que uma foto sua apareceu nas redes sociais em que ela aparecia bem à vontade na garupa de uma moto.

O corpo foi encontrado carbonizado em meio a pneus (Foto: Divulgação)
O corpo foi encontrado carbonizado em meio a pneus (Foto: Divulgação)

De acordo com o site O Pantaneiro, embora não exista ainda uma definição sobre o sexo da vítima, a investigação da polícia passou a focar no desaparecimento dessa travesti, que ocorreu no mesmo período em que o corpo foi encontrado.

Devido à brutalidade do crime, a morte também é vista com a suspeita da ação de traficantes. O delegado Antônio Souza ribas Júnior, responsável pelo caso, não revela detalhes e nem a identificação da travesti para não atrapalhar as investigações.

Microondas 

O crime foi cometido por meio do sistema conhecido como “microondas”, em que a vítima é queimada – geralmente viva – em meio a pneus. Esse método é usado por organizações criminosas, principalmente por narcotraficantes de grandes centros, como Rio e São Paulo.

Comentários

comentários