Corinthians: médico confirma lesão de Luciano, que voltará só em 2016

O atacante Luciano, que vinha desfrutando de uma ótima fase no Corinthians, com três gols nos últimos seis jogos, será obrigado a se ausentar do gramado por até oito meses. Após sentir uma lesão ontem (19), em jogo diante do Santos, pela Copa do Brasil, o camisa 18 teve o problema confirmado após exame médico nesta quinta pela manhã. Com o rompimento do ligamento cruzado anterior do joelho direito detectado, o jogador precisará fazer cirurgia e só voltará aos gramados em 2016.

Luciano vinha com boa sequência no Corinthians Foto Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Luciano vinha com boa sequência no Corinthians
Foto Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A reportagem do Gazeta Esportiva apurou junto ao médico do Corinthians, Júlio Stancati, que Luciano deverá ser submetido à operação para corrigir o problema na próxima quarta, já iniciando o tratamento de fisioterapia nas próximas semanas. O prazo de recuperação varia de seis a oito meses, mas é certo que Luciano só voltará a jogar em 2016, ficando fora da reta final do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Substituído aos 42 minutos da etapa inicial na Vila Belmiro, Luciano admitiu que sentiu um grande incômodo depois da torção. “Doeu mesmo. Vamos ver o que vai ser, espero que não seja nada. Senti um estralo no joelho, mas, se Deus quiser, não vai ser nada, não”, falou o jogador de 22 anos na saída de campo durante o intervalo.

Luciano, que passou boa parte da última temporada, e do primeiro semestre, relegado ao banco de reservas, deixou Vágner Love para trás na concorrência e, recentemente, assumiu a titularidade no ataque do Corinthians. O salto qualitativo nas atuações do camisa 18 passou a ser percebido desde a volta da Seleção Olímpica, quando o jogador foi um dos destaques do futebol masculino do Brasil no Pan-Americano.

Além de quebrar por completo sua boa sequência, Luciano também vê cair por terra, após a lesão ser confirmada, a chance de seguir provando seu valor na Seleção Brasileira. O jogador tinha sido chamado por Dunga para compor o grupo olímpico em um amistoso contra a França, em 8 de setembro, e sua presença na partida era alvo até de contestações por parte do clube paulista.

TERRA

Comentários

comentários