Corinthians anuncia renovação com o zagueiro Léo Santos até 2020

Gazeta Esportiva.com

(Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians)

Após deixar tudo acertado há cerca de 15 dias, o Corinthians anunciou nesta terça-feira a extensão do vínculo com o zagueiro Léo Santos, de 18 anos, cria das categorias de base que integra o elenco profissional desde o ano passado. Anteriormente, o contrato se encerrava em dezembro de 2018. Agora, o término passa a ser em setembro de 2020.

Dono de 30% dos seus direitos, com o restante vinculado ao clube, Léo deixou de ser aproveitado em algumas partidas desde que marcou seu primeiro gol no profissional, em março, contra a Ponte Preta. Ali começaram as conversas para tratar de um novo contrato, mas a alta pedida do seu então agente, o italiano Mino Raiola, que tem entre seus clientes o sueco Zlatan Ibrahimovic, impedia o acerto.

Depois de meses sem resolução, porém, algumas mudanças deixaram o futuro do atleta bem mais claro no Timão. Após desvincular-se de Raiola e aprovar uma assinatura com o agente Giuliano Bertolucci, ele viu as tratativas avançarem de forma muito mais natural. Em pouco tempo, também já tinha as bases salariais acertadas para o novo vínculo.

Por ter grande parte dos direitos ainda vinculada ao Timão, diferentemente de vendas recentes, Léo aparece como atleta com bastante bastante margem de lucro no futuro. Sua renovação, por sinal, segue a linha adotada neste ano com jovens da base.

Preocupada com o assédio de clubes do exterior com o maior aproveitamento de nomes como Caíque França, Léo Príncipe, Guilherme Arana, Maycon, Pedrinho e Marciel, a cúpula alvinegra resolveu assinar novos acordos com cada, pelo menos por mais dois anos do que os antigos, aumentando salários e, consequentemente, a multa rescisória.

Dos nomes que se firmaram no elenco na atual temporada, resta apenas uma extensão a Léo Jabá, também de 18 anos. Dono de um contrato maior do que os companheiros, até dezembro de 2018, ele deve ser chamado para conversar até o meio do ano para tratar de uma renovação. Seu salário, por sinal, não sofre reajustes desde a primeira assinatura no profissional, realizada a pedido do técnico Tite, em 2015.

Comentários

comentários