Conheça mais sobre os candidatos à nova diretoria da OAB-MS

Com o registro da candidatura do atual presidente da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul), Júlio César Rodrigues, na última quarta-feira (21), foram definidas as seis chapas que participarão da disputa pela direção da entidade neste ano, no próximo dia 20 de novembro. Contando com o atual presidente Julio César, três integrantes da atual diretoria disputarão o pleito. Conheça os candidatos, em ordem alfabética.
OAB MS - Foto Divulgação

 

Afeife Hajj – Conselheiro Federal pelo quarto mandato, com 35 anos de advocacia na região de Dourados. Hajj declarou que “é o único candidato realmente da oposição. Os demais fazem parte da atual gestão da Ordem. Hajj declarou estar “disposto a debater uma nova Ordem, em alto nível com os colegas que disputarão à eleição”, lembrando que os advogados e a sociedade brasileira estão cansados de baixaria”. O candidato destacou que “essa é a primeira vez que um advogado do Interior concorre à presidência da entidade” e ainda que defende “uma OAB independente, harmoniosa com todos os Poderes, mas que não aceite o uso da atuação na OAB como trampolim político. Todos os integrantes da nossa chapa têm compromisso com a independência nesse campo.”

Afeife HajjHajj apontou sua carreira jurídica como emblemática da chapa que lidera e afirmou: “Eu fui um dos únicos conselheiros federais a defender o combate à corrupção. Para a formação dessa chapa, me cerquei dos melhores profissionais do estado, com o mesmo perfil. Assim, é isso que nós defendemos: uma OAB independente, feita para advogados e uma sociedade que não tolera mais a corrupção. Uma gestão com prestação de contas transparente e constante, que resgate a respeitabilidade dos advogados. Uma OAB fiscalizadora da atuação ética dos advogados e em contato com as universidades. Voto direto pela advocacia para a escolha de juízes e desembargadores, conselhos e tribunais e que a OAB assuma seu papel de representante da sociedade, defendendo à ética nesse País, já que a sociedade não suporta mais a corrupção”, frisou.
Júlio César Rodrigues – Atual presidente da OAB/MS, Júlio César lidera a chapa ‘OAB Cada Vez Mais Forte’ e defende a continuidade de sua gestão: “Conseguimos inúmeras realizações em defesa da advocacia e dos direitos constitucionais dos cidadãos. Foram 1.375 ações e 112 eventos ao longo de dois anos e meio de gestão”, relaciona o candidato.

Luiz Carlos Rodrigues

“Agora, o objetivo é dar continuidade a um trabalho de fortalecimento da advocacia, por uma OAB cada vez mais forte. Fortalecimento, valorização e defesa das prerrogativas, a luta pelo acesso à Justiça e pela melhoria da prestação jurisdicional para agilizar o atendimento ao cidadão, atacando a morosidade e a lentidão”, defende.O candidato à reeleição promete apresentar em uma nova gestão, propostas que estabeleçam novas diretrizes para gestão da OAB/MS. “Uma remodelagem completa da administração da Ordem, visando a otimização e redução de custos, para implementar mais melhorias para a advocacia, oferecer estrutura de vanguarda, à altura dos desafios da profissão”.

 

Jully Heyder da Cunha Souza – Heyder lidera a chapa ‘Novos Rumos’. Professor da Escola Superior de Advocacia de Mato Groso do Sul (ESA/MS) e da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), com experiência em Direito Público e Privado, com ênfase em Direito Processual Civil, lidera à chapa ‘Novos Rumos’. Integrou a a diretoria eleita da Ordem em 2012, que deixou em protesto contra a gestão Júlio Cesar, quando passou a fazer oposição ao atual presidente.

Jully Heyder
Em recentes entrevistas à imprensa, Heyder tem pontuado a necessidade de mudança na instituição: “Nós estabelecemos um projeto para dar a nossa instituição outros rumos. Nós temos que mudar a Ordem para que ela consiga estabilizar a advocacia e trazer novamente a credibilidade para nossa profissão.” Heyder afirma que pretende realizar uma gestão em que “a retomada da independência e credibilidade da OAB, e o advogado – respeitado em suas prerrogativas – volte a ter a sua imagem valorizada.”

 

 

Lázaro José Gomes Júnior – Atualmente secretário-geral da OAB, Lázaro Gomes lidera a chapa ‘Juntos pela Ordem’, que traz como bandeira de campanha as realizações da atual gestão: “A defesa da valorização dos profissionais através do estabelecimento de tabelas de honorários; a atuação apartidária da OAB, junto à sociedade civil, na luta contra a corrupção, em defesa da ordem institucional e da Constituição Federal.”

Lázaro Gomes
Lázaro defende ainda “o acompanhamento ainda mais próximo de questões fundamentais para Mato Grosso do Sul, como a saúde; a Educação e a questão agrária e indígena e da qualidade do ensino oferecido no Estado e no País, com a participação dos acadêmicos das atividades da OAB/MS já desde o início dos cursos de graduação, para que a experiência da prática jurídica que os cursos não conseguem dar de forma suficiente, seja vivida na rotina da formação dos estudantes” pontuou o candidato.

Luiz Renato Adler – Professor universitário, doutorando em direito processual civil e vice-diretor da ESA (Escola Superior de Advocacia), lidera a chapa “Uma OAB Para Todos”. O candidato defende que traz como diferenciais “a participação igualitária de advogadas na direção da entidade e na direção de sua chapa, formada por três professoras doutoradas pela PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo, professoras que atuam na UFMS e UCDB que participaram efetivamente da formação de um grande número de profissionais que hoje advogam no Estado”, destacando a compreensão destas profissionais sobre “as necessidades na formação e atuação dos operadores de Direito”.

AdlerO candidato defende ainda “a valorização do advogados e de suas prerrogativas; abertura da OAB para todos os advogados; a eleição direta para o quinto constitucional; e a administração profissional, com gerenciamento e gestão de recursos feita por profissionais da área, com know-how e não mais por advogados”. De acordo com Adler, “colegas que hoje executam essas funções voluntariamente, passarão – em sua eventual gestão – a integrar um conselho administrativo valorizando assim a experiência dos colegas”, familizarizados com o funcionamento da entidade.

Mansour Karmouche – Atual vice-presidente da OAB, da chapa “Ordem em Progresso”, afirmou: “Nossa estrutura de campanha se baseia em três pilares: união, força e transparência. Precisamos que os advogados que aceitem uma nova modalidade, uma transformação conceitual da nossa própria instituição. Ela precisa ser muito mais corporativa, tratar muito melhor os seus associados na parte de prerrogativas.” De acordo com o candidato: “Nós temos um plano de ação que fizemos ouvindo advogados de todo Estado, para lançar essa chapa.”

KarmoucheKarmouche destaca que “nossas propostas respeitam ou resgatam o direito do livre exercício profissional. Resgatar o horário antigo de funcionamento do fórum; a questão das custas processuais, que tem divergências muito grandes em todo o Brasil; a padronização de procedimentos cartoriais, que hoje dificultam e atrasam a marcha processual e impedem que se delineie uma tabela mínima para os atendimentos cartoriais. Mais transparência às nossas ações em um portal que permita que o advogado saiba onde são investidos as taxas de anuidade; a eleição direta para os quintos constitucionais e o piso salarial para os novos advogados, juntamente com medidas para inserí-los no mercado de trabalho; na Caixa de Assistência, criar uma alternativa para o plano de saúde, um mecanismo de previdência social”, entre outras ações defendidas pela chapa.

 

Silvio Ferreira

Comentários

comentários