Confirmada primeira morte por H1N1 em Dourados

O Núcleo de Vigilância Epidemiológica de Dourados confirmou a primeira morte por H1N1 em Dourados. O paciente de 52 anos deu entrada no Hospital da Vida no dia 29 de maio e veio a óbito no dia sete de junho, de acordo com o coordenador do núcleo, Devanildo de Souza.

gh1

“Após ser internado com sintomas da doença, foram realizados exames e assim acompanhamos a evolução do quadro. Veio a confirmação pelo vírus H1N1 por meio de exame e no dia 7 o paciente acabou morrendo”, contou Souza.

O boletim epidemiológico divulgado pelo núcleo nesta semana, consta que no município foram notificados até o momento 43 casos de pessoas com suspeita da doença, dentre eles 22 foram confirmadas, com 12 negativos e nove deles aguardando resultado.

No estado de acordo com dados divulgados pela Secretária de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES), na tarde de quarta-feira (08) até o momento são 766 casos notificados da gripe H1N1, com 210 positivo e 502 pessoas internadas aguardando o resultado do exame.

Já os óbitos registrados no Estado nesse ano somam 42, dentre eles 11 em Campo Grande, sete em Naviraí, Caarapó com três casos, Aquiduana, Bataguassu, Jardim e Três Lagoas, com duas mortes em cada cidade.

O município de Água Clara, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Douradina, Glória de Dourados, Ivinhema, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Rio Verde do Mato Grosso, Santa Rita do Pardo e São Gabriel do Oeste.

A Capital também apresentou morte de uma pessoa por conta da gripe Influenza B. (Com Informações Dourados News)

Comentários

comentários