Concurso inédito da AL-MS se concretiza neste domingo com 18 mil candidatos

O 1º secretário da ALMS, deputado estadual Zé Teixeira, ratifica como em outras oportunidades, que o inédito certame é mesmo a concretização de um sonho dos sul-mato-grossenses. “A quantidade de pessoas inscritas mostra o quão aguardado era este concurso. Pensamos como seria o processo para realização deste processo seletivo, trabalhamos dentro da legalidade, idealizamos um projeto, vivemos para tornar real este sonho e, neste fim de semana, colheremos tudo que fora plantado. É mais uma grande conquista para MS. Fico honrado em contribuir, de forma singela, para este marco histórico da Assembleia”, comentou.

Assinatura do convênio entre Assembléia e Fundação Carlos Chags aconteceu nesta manhã Foto Lúcio Borges
Então assinatura do convênio entre Assembléia e Fundação Carlos Chaga (Foto Lúcio Borges)

Sem dúvida

Apesar da demora de anos, com ainda poucas vagas e até ainda a desconfiança na concretização do concurso, o 1º secretario enfatiza sobre a condução e atuação de toda a Comissão Organizadora do Concurso, que não contou com nenhuma ingerência política nas tomadas de decisões e também pela participação do MPE/MS e OAB/MS em todas as etapas do concurso. Bem como, a o alto grau de espertize e reputação da Fundação Carlos Chagas.

“Viemos com uma proposta de mudança, visando dar mais transparência na condução do concurso. Com total autonomia a Comissão Realizadora do concurso convidou o MPE/MS e a OAB/MS para participarem de todas as etapas do certame. Isso dá mais credibilidade para aplicação das provas e mais segurança para todos os candidatos que desejam ingressar como servidores da Assembleia. Não podemos ou não temos nenhuma dúvida. E fechamos com a condutora final em si ou da real realizadora da seleção, pelas provas e normas  aplicadas para a disputa”, afirmou Teixeira.

Provas

 

Será conferida a identificação dos candidatos mediante a apresentação de documento de identidade e cópia manuscrita de frase que consta das instruções da capa do caderno de questões, para posterior exame grafotécnico.

É importante levar o Cartão Informativo, pois ele contém dados necessários para melhor orientação do candidato. Quem não recebeu o cartão do candidato ou tiver dúvidas deve entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato (SAC) da FCC, pelo telefone (11) 3723-4388, até 16h (horário de MS) desta sexta-feira (23/9), ou consultar o site da instituição

O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas munido de caneta esferográfica de material transparente (tinta preta ou azul). Não será permitida a utilização de lápis, lapiseira, marca texto ou borracha. A FCC recomenda ao candidato não levar qualquer tipo de aparelho eletrônico ou de comunicação (telefone celular, notebook, tablets, smartphones ou outros equipamentos similares), bem como protetores auriculares e fones de ouvido.

 

A candidata lactante que necessitar amamentar durante os testes poderá fazê-lo em sala reservada, desde que o requeira. Durante o período de realização de prova a criança ficará em ambiente reservado acompanhada de adulto responsável por sua guarda (familiar ou terceiro), indicado pela candidata. Nos horários previstos para amamentação, a lactante poderá ausentar-se temporariamente da sala de prova, acompanhada de uma fiscal. Não haverá compensação do tempo de amamentação em favor da candidata.

Resultado

A divulgação do gabarito e das questões das provas objetivas deverão estar disponíveis no site da FCC dia 28 de setembro. No dia 4 de novembro deverá ser publicado o resultado preliminar das provas objetivas. Recursos poderão ser apresentados nos dias 7 e 8.

No dia 18 deverá ser publicado o resultado definitivo da prova objetiva, para todos os cargos, e a convocação para entrega de títulos, para os cargos de nível superior. A publicação do resultado final, para os cargos de nível superior, está prevista para o dia 27 de dezembro.

Comentários

comentários