Concessionária da BR-163 retira mais de 100 objetos da rodovia por dia

Os engenheiros do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da CCR MSVia, concessionária que administra a BR-163 em MS, informam que a ocorrência mais frequente na rodovia continua sendo a retirada de resíduos da pista. Conforme levantamento apresentado pela Concessionária nesta quinta-feira (25), ao longo de oito meses de operação (de outubro de 2014 a maio de 2015), foram registradas 24.209 ocorrências de retirada de objetos da pista, ou seja, cerca de 100 eventos do tipo diariamente. Esse número corresponde a 29,3% do total de ocorrências atendidas pelo SAU: 82.487, com uma média de 356 eventos atendidos por dia.

Objetos retirados da BR-163  Foto: Divulgação
Objetos retirados da BR-163 Foto: Divulgação

“Além de ser considerada uma infração grave do Código de Trânsito Brasileiro que rende multa, o motorista perde quatro pontos na CNH. Existe também o fato mais grave, que é o de provocar um acidente. Portanto, lembre-se, por menor que seja, guarde o resíduo no seu veículo e dê destinação adequada ao mesmo na sua próxima parada, pois o seu lixo, junto com vários outros materiais, pode tornar-se um problema maior”, alerta o Gestor de Interação com o Cliente da CCR MSVia, Keller Rodrigues. Segundo ele, os objetos mais comuns retirados na rodovia são embalagens, latas, pneus, plásticos, restos de borracha. “Nossas equipes trabalham constantemente retirando esses materiais da via, prevenindo assim que aconteça um número maior de acidentes, mas é preciso que o usuário também tenha esse pensamento”.

PROBLEMAS MECÂNICOS

A falta de manutenção dos veículos aparece como a segunda maior causa das ocorrências do SAU. De outubro de 2014 até maio de 2015 foram 21.253 casos (25,8%). Destes, 13.198 referem-se a pane mecânica, correspondendo a 16% do total. Logo após, aparecem os casos de pneu furado com 3.280 eventos (4%), seguidos pelas panes secas (1.963 – 2,%), superaquecimento do motor (1.155 – 1,4%), pane elétrica (1.046 – 1,3%) e bateria descarregada (611 – 0,7%).

“Para quem vai viajar, é fundamental que a revisão do veículo esteja em dia, evitando assim transtornos durante o trajeto e prevenindo acidentes, ao mesmo tempo em que garante a sua segurança, da sua família e dos outros usuários que trafegam pela BR”, afirma o Gestor.

ACIDENTES

Ainda de acordo com o levantamento da CCR MSVia, o SAU registrou 1.056 acidentes no período, com 475 feridos e 21 vítimas fatais. O número de vítimas representa uma redução de 42% em relação ao mesmo período (outubro de 13 e maio 14), antes da presença da CCR MSVia na rodovia. Ainda, entre outubro de 2014 e maio 2015 foram realizados 2.567 atendimentos de socorro médico, o equivalente a 3,1% do total.

“Um fato determinante que contribui para a redução das mortes e acidentes na rodovia é o apoio com Polícia Rodoviária Federal – PRF/MS nas ações de conscientização e fiscalização junto aos motoristas, aliando o compromisso da CCR MSVia em transformar a BR-163/MS em Rodovia da Vida com a filosofia do Policiamento Rodoviário Federal”. Ainda conforme Rodrigues, a tendência é que a autoridade policial não precise investir tempo e efetivo na rotina de funcionamento da rodovia, agora administrada pela Concessionária, podendo intensificar o policiamento ostensivo e as campanhas de fiscalização, o que é muito bom para toda a sociedade.

Comentários

comentários