Comissão da AL-MS analisa minuta de contrato para FCC realizar concurso

Comissão do concurso discutiu minuta de contrato com representantes da OAB/MS (Foto: Agência ALMS )
Comissão do concurso discutiu minuta de contrato com representantes da OAB/MS (Foto: Agência AL-MS )

A Fundação Carlos Chagas já foi escolhida para realizar o primeiro concurso da historia da AL-MS (Assembleia Legislativa de MS), mas seu contrato ainda não foi fechado. O documento a ser assinado está sendo analisado por uma comissão do certame que está discutindo a minuta do contrato com representantes da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil em MS). O concurso já era para ter saído, tendo já tido empresa vencedora de licitação, que após já mexer com inicio das provas, foi desclassificada pela direção da Casa por ser ‘descoberto’, que a mesma não seria apta e daria conta de realizar todo o certame.

Após contrato ser assinado, com previsão que seja realizada ainda esta semana, o edital deve ser publicado no início de julho. De acordo com a direção da Casa de Lei, a FCC foi escolhida após apresentar a melhor proposta em cotação de preços realizada pelo Poder Legislativo entre as maiores empresas de concursos do País.

Representantes da comissão designada pela Mesa Diretora para organizar o concurso público da Assembleia se reuniram nesta segunda-feira (6) com as advogadas Eclair Socorro Nantes Vieira e Eliane Rita Potrich, indicadas pela OAB/MS para acompanhar os trabalhos. Durante a reunião foi apresentada e discutida a minuta do contrato que será assinado com a FCC. A minuta está baseada no contrato padrão celebrado pela Fundação com as instituições que realizam os certames.

Os pontos deliberados na reunião foram repassados ao promotor de justiça de Campo Grande, Fábio Ianni Goldfinger. Os representantes do Ministério Público Estadual e da OAB/MS foram convidados pela Mesa Diretora para acompanhar os trabalhos como forma de garantir total transparência ao concurso público da Casa de Leis.

Comentários

comentários