Com força total, seleção enfrenta Inglaterra em Wembley

Agências

Neymar é o principal destaque da seleção, que enfrenta a Inglaterra nesta terça-feira (Foto: Carl Recine/Reuters)

No último amistoso antes do sorteio que definirá os grupos da Copa do Mundo de 2018, a seleção brasileira terá força total contra uma desfalcada Inglaterra nesta terça-feira, no Estádio de Wembley, em Londres, às 18 horas (de Brasília). O meio-campo, último setor a ser definido pelo técnico Tite, foi confirmado com Casemiro, Paulinho, Renato Augusto e o retorno de Philippe Coutinho, mais avançado.

Após realizar diversos testes do amistoso contra o Japão na última sexta-feira, em Lille, Tite vai testar o time titular na partida contra um adversário mais tradicional, com os retornos dos zagueiros Miranda e Marquinhos.

“Mesmo que o (técnico Gareth) Southgate tenha apenas 13 jogos de trabalho, começa a haver uma junção de experiência. Há a tradição, o peso. Não falo só por estar aqui falando para os ingleses”, disse Tite, que citou jovens como Dele Alli e Harry Kane (ambos ausentes por lesão) ao apontar a Inglaterra como candidata ao título da Copa do Mundo.

“O Japão era móvel e a Inglaterra é mais técnica, de imposição física. Muda o cenário, porque você vai trabalhar em Wembley, um templo do futebol mundial, e sua capacidade de concentração tem de ser alta, trabalhando para que o desempenho seja bom, inclusive o meu”, analisou o técnico que escolheu Daniel Alves como capitão da equipe.

Enquanto o Brasil chega firme, com equipe consolidada e com experiências feitas contra o Japão, a Inglaterra dará oportunidades aos jovens depois de ter empatado por 0 a 0 com a Alemanha na sexta-feira. Pickford, Ruben Loftus-Cheek e Tammy Abraham terão suas primeiras chances.

O técnico Southgate confirmou que segue aberto a novidades na lista para a Rússia. “Eu tenho a mente aberta”, afirmou. “Eu tenho uma lista e se tivesse de escolher o grupo amanhã eu saberia quem. Mas isso pode mudar em seis meses por causa dos jogadores que estão aparecendo como destaques.”

Comentários

comentários