Com foco na economia de água, presídios da Capital recebem ações educativas e culturais

teatro_no_PTRAN_reducao_Agua-640x372
O objetivo é levar aos internos e servidores informações sobre saneamento, saúde, meio ambiente e uso consciente da água.(Foto: Divulgação)

O espetáculo teatral Aventuras no Mundo Encanado está percorrendo presídios da Capital. Serão 14 apresentações durante o mês de julho com o objetivo de levar aos internos e servidores informações sobre saneamento, saúde, meio ambiente e uso consciente da água. A ação é realizada por meio de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e a Águas Guariroba.

A primeira unidade a receber o projeto foi o Presídio de Trânsito (Ptran), com a apresentação, na última quarta-feira (1º), da peça teatral encenada pelo grupo Florescer do Cerrado. O espetáculo utiliza bonecos e, de forma lúdica, apresenta o impacto das ações humanas na natureza e como cada um pode fazer a sua parte para preservar a água – recurso natural essencial à vida no planeta.

Além do trabalho de educação ambiental, a parceria entre a Agepen e a  Águas Guariroba prevê apoio e orientação da concessionária para identificar vazamentos internos. Com estas ações, a administração espera reduzir o consumo de água em pelo menos 40% em médio prazo.

“Também estão sendo realizados concursos entre os pavilhões em cada estabelecimento prisional, com premiações doadas pela empresa Águas Guariroba aos que mais conseguirem economizar”, afirma o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia. Segundo o diretor, as entregas dos prêmios estão programadas para períodos próximos a três datas especiais deste ano: Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Cada diretor de unidade penal ficou responsável por traçar estratégias junto aos internos.

Além do Presídio de Trânsito, a Penitenciária de Segurança Máxima, o Instituto Penal de Campo Grande, o Centro de Triagem e o Centro Penal Agroindustrial da Gameleira participarão do projeto. “Este trabalho tem duas principais finalidades: além da conscientização ambiental, é uma oportunidade de levar atividades culturais e entretenimento para as pessoas que estão nos presídios de Campo Grande”, afirma Willian Carvalho, gestor de Projetos Sociais da Águas Guariroba.

O interno do Ptran, Denis José Barbosa, aprova a iniciativa.  “É de fundamental importância a busca pelo consumo adequado da água, não só para a massa carcerária, mas também para toda a sociedade. A redução [no consumo] não traz somente economia de capital, mas a preservação do meio ambiente”, afirma. “Esperamos que os nossos esforços venham trazer resultados positivos”, concluiu.

Comentários

comentários