Com desfalques, Tite aposta em entrosamento para vencer a Argentina

Da ESPN

Após nove partidas sem perder, o técnico Tite terá um de seus maiores desafios no comando da Seleção Brasileira nesta sexta-feira. Sem poder contar com sete titulares, o técnico vai apostar no entrosamento da equipe para conquistar um bom resultado no amistoso com a Argentina.

 

De férias, Alisson, Miranda, Marquinhos, Daniel Alves, Marcelo, Casemiro e Neymar estão fora do clássico. No entanto, Tite confia nos outros jogadores, que já estão acostumados à forma de jogar no 4-1-4-1, esquema implementado pelo treinador gaúcho.

“O primeiro aspecto que levo em consideração é dar oportunidades para que os atletas entrem em campo com harmonia, entrosamento, coordenação de movimentos e confiança. Para jogar sem pensar, e então estabelecer variações de movimentos, lados de atletas e características individuais ou de sistemas”, afirmou Tite, em entrevista coletiva, na cidade australiana de Melbourne, onde vai acontecer o duelo.

Ele também fechou a última atividade tática antes do confronto, mas confirmou a escalação com Weverton; Fagner, Thiago Silva, Gil e Filipe Luís; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian; Gabriel Jesus.

Ao longo da semana, o técnico treinou a equipe com Philippe Coutinho na direita, para não modificar o esquema tradicional, embora o jogador faça o lado esquerdo no Liverpool. Esse setor será ocupado por Willian na sexta, mas não impede que ambos se alternem durante a partida.

“Os dois jogam dos dois lados. Pode haver uma flutuação maior de um ou de outro, um mais agudo. Mas mantemos o setor direito com o Coutinho. Pode mudar? Pode. Assim como podem inverter Renato Augusto e Paulinho. Começamos a construir esses movimentos para que possam estar em situações de posicionamento diferente”, explicou.

Já classificada para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a Seleção se importará mais com o desempenho em campo do que com o placar do jogo, segundo Tite.

“Precisamos jogar bem e ter resultados para que a autoestima se consolide. Queremos falar do resultado, mas antes falemos do desempenho, de jogar bem, com consistência, competitividade leal, criatividade, ofensividade, finalização, gol. Enfim, de um grande espetáculo e um grande jogo”, concluiu.

O clássico sul-americano entre Brasil e Argentina está marcado para começar às 7h05 (de Brasília) da sexta-feira, no Estádio Melbourne Cricket Garden, na Austrália.

Comentários

comentários