Com clássicos, Rolling Stones iniciam turnê brasileira e empolgam Maracanã

Rolling Stones na noite de sábado (20), no Maracanã. Foto: Marcello Sá Barreto / Ag News

Exatos 10 anos e três dias depois do show histórico na Praia de Copacabana, os Rolling Stones voltaram a se apresentar no Brasil. No primeiro dos quatro shows por aqui, coube ao Rio de Janeiro o privilégio de comprovar, mais uma vez, que os ingleses continuam dominando a cena rock n’ roll.

O público de 66 mil pessoas deixou o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, satisfeito. Hits não faltaram e foi uma verdadeira volta no tempo. Mick Jagger, Keith Richards, Ron Wood e Charlie Watts fizeram da noite de sábado (20) um culto à boa música.

O show teve um atraso de cerca de meia hora, por conta de problemas em um dos telões. A forte chuva que caiu na cidade danificou um deles. Mas nem isso abalou a relação de amor entre os fãs e os Stones. Logo nos primeiros acordes de “Start Me Up” (do álbum “Tatto You”, de 1981) o êxtase começou a tomar conta do Maracanã.

Como de costume nos shows dos Stones em qualquer parte do mundo, Jagger arriscou algumas palavras em português. “Estou com um calor do c…..)” e “tá favorável”, em menção ao hit de MC Bin Laden, foram algumas da frases ditas pelo vocalista.

A grande novidade na apresentação no Rio foi a presença de “Doom and Gloom”, do álbum “GRRR!”, de 2012. E na votação feita pela internet, a música escolhida pelo público foi a clássica “Like a Rolling Stone”, de Bob Dylan e que fez parte de “Stripped”, de 1995.

Outro momento bacana foi a participação do Coral da Pontifícia Universidade Católica do Rio em “You Can’t Always Get What You Want”, do álbum “Let It Bleed”, de 1969.

Os Stones voltam a se apresentar na próxima quarta-feira (24), em São Paulo, no Morumbi. Haverá ainda mais um show na capital paulista, no sábado (27). O fim do braço brasileiro da “Olé Tour” será em Porto Alegre, no Beira-Rio, no dia 2 de março. (MSN)

Comentários

comentários