Colômbia desarticula rede de tráfico de menores para prostituição no Brasil

Divulgação - Polícia da Colômbia
Divulgação – Polícia da Colômbia

Uma operação policial na Colômbia desmantelou uma rede de tráfico de meninas que eram capturadas na cidade amazônica de Leticia, perto da fronteira com o Peru e o Brasil, países para onde as menores eram levadas para serem prostituídas, informaram neste domingo (20) as autoridades.

A operação, executada pela Polícia e pela Promotoria da Colômbia com a colaboração de autoridades brasileiras e peruanas, resultou em “12 capturas, uma delas no Peru”, disse em coletiva de imprensa Álvaro Osorio, diretor da Promotoria da Colômbia.

Foi feita a “desarticulação de uma organização criminosa que se dedicava ao tráfico de pessoas, especialmente de menores, com fins de exploração sexual e laboral”, detalhou Osorio.

Segundo o responsável, os criminosos capturavam as menores, de entre 14 e 18 anos, em um parque de Leticia “e as transladavam ao Peru e ao Brasil, onde as exploravam em bares dedicados a prostituição”.

Uma investigação de oito meses permitiu a desarticulação da quadrilha. As autoridades continuam apurando o caso, porque, embora já tenham sido identificadas oito vítimas, “acredita-se que há muitas mais”.

As menores eram atraídas pelos criminosos com ofertas de trabalho no setor turístico do Peru ou Brasil, mas uma vez lá, eram forçadas a se prostituir.

Segundo um comunicado da Promotoria, os detidos foram acusados de delitos como “associação criminosa, tráfico transnacional, indução à prostituição e proxenetismo”.

Comentários

comentários