“Cobrinha” mata colega de trabalho depois de briga por asa de frango

"Cobrinha foi preso na noite de ontem (4), próximo a uma fazenda em Terenos. (Foto: Paulo Francis)
“Cobrinha foi preso na noite de ontem (4), próximo a uma fazenda em Terenos. (Foto: Paulo Francis)

A 4°Delegacia de Policia Civil de Campo Grande apresentou na tarde desta quinta-feira (5), o réu confesso Antonio Roberto Correa Lopes, 47 anos, conhecido como “Cobrinha”, que matou Irineu Domingues, 46 anos, com um golpe de facão no braço.  O crime aconteceu na noite de 31 de outubro, Fazenda Savana, próxima a BR-267, próximo de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com informações da delegada adjunta Célia Maria Bezerra da Silva, a discussão começou quando Antonio Roberto, que era o cozinheiro do grupo, discutiu com Antônio Valmir Dopiatti, o “Gauchinho”, pelo fato de ter pegado uma asa de frango a mais no momento em que arrumavam suas marmitas para seguirem ao campo de trabalho. Eles teriam discutido neste momento, porém em seguida foram para suas atividades normalmente.

Já na parte noturna do dia 1° de novembro o acusado, Irineu e “Gauchinho” ingeriram bebidas alcoólicas, e em determinado momento “cobrinha” conta que foi agredido pelos mesmos a pauladas e para se defender acertou o golpe em Irineu.

Irineu foi encontrado caído ao solo com um ferimento no antebraço direito .  (Foto: Paulo Francis)
Irineu foi encontrado caído ao solo com um ferimento no antebraço direito . (Foto: Paulo Francis)

O corpo foi encontrado somente por volta de meia noite, por Paulo Lopes, de 72 anos, que acordou com o som alto da TV que ficava no salão do alojamento e ao sair se deparou com inúmeras manchas de sangue pelo chão e Irineu próximo a uma torneira caído sangrando e avistou o “Cobrinha” se evadindo do local.

Como no local não funciona sinal de celular, a policia e a perícia só foram acionadas na manhã do dia seguinte. Ainda pela manhã o acusado voltou a fazenda para recolher seus objetos e se fugiu novamente após deixar uma faca sobre a mesa.

“Cobrinha” foi preso na noite desta quarta-feira(4), por policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) da Depac Centro, chefiados pelo delegado Hoffman D’avilla, quando se dirigia para uma fazenda próximo a Terenos. Ele aparentava estar embriagado no momento da prisão, mas confessou o crime alegando que foi agredido, porém não se recorda da forma como ocorreu os fatos.

Paulo Francis

Comentários

comentários