Chile bate Colômbia após duas horas de interrupção e revê Argentina

O Chile levou 45 minutos para decidir a partida, mas três horas e meia para confirmar a classificação para a final da Copa América Centenário. A equipe venceu há pouco a Colômbia por 2 a 0, em um duelo afetado pela forte tempestade que atingiu a cidade de Chicago e fez com que o confronto fosse interrompido por duas horas.

Aránguiz, ex-jogador do Internacional, abriu o placar da semifinal (foto: Nelson Almeida/AFP)
Aránguiz, ex-jogador do Internacional, abriu o placar da semifinal (foto: Nelson Almeida/AFP)

Antes da tempestade, Aránguiz e Fuenzalida colocaram o Chile à frente no marcador, ambos no primeiro tempo. A partida ainda teve a expulsão de Carlos Sánchez, no começo da segunda etapa.

Na final, o Chile reencontrará a Argentina, no domingo (26), em Nova Jersey, às 21h, horário de Brasília. Já a Colômbia fará a disputa de terceiro lugar com os Estados Unidos, um dia antes, em Phoenix.

Depois de fazer 7 a 0 no México, o Chile começou com tudo contra a Colômbia. Em apenas 10 minutos de partida, os chilenos balançaram as redes em duas oportunidades, praticamente definindo o duelo.

Ao 6min, Fuenzalida cruzou, Cuadrado não conseguiu cortar e a bola caiu no pé de Aránguiz. O ex-jogador do Internacional apareceu sozinho para abrir o placar. Quatro minutos mais tarde, Sánchez avançou pela esquerda e chutou na trave de Ospina. No rebote, Fuenzalida mandou para o fundo do gol.

Com o reinicio do segundo tempo, a Colombia voltou melhor para a partida. Logo aos 2min, uma polêmica: Jara tentou desarmar Torres e derrubou o volante dentro da área. O árbitro, no entanto, mandou o jogo seguir, para desespero dos colombianos.

Aos 11min, no entanto, a tentativa de reação sofreu um duro golpe. Carlos Sánchez tentou pressionar a saída de bola de Aránguiz e cometeu falta. O árbitro Joel Aguilar mostrou o segundo cartão amarelo e expulsou o jogador colombiano.

Uma tempestade atingiu a cidade de Chicago e fez com que o duelo corresse sério risco de ser adiado. No intervalo do confronto, o placar do estádio anunciou que as condições climáticas eram perigosas e as pessoas deviam procurar abrigo imediatamente.

Depois de duas horas de paralisação e muitas dúvidas, a chuva parou e possibilitou o reinicio do duelo. Para conter a água no gramado, a organização do torneio fez uso do bom e velho rodo.

O confronto na final da Copa América Centenário será o mesmo da decisão da Copa América de 2015. Na ocasião, o Chile saiu como vencedor contra a Argentina, em um duelo decidido nos pênaltis. Aquele foi o primeiro e, até o momento, único título da história da seleção chilena.

As duas equipes se enfrentaram na fase de grupos da atual edição do torneio. Na ocasião, a Argentina venceu por 2 a 1. (Folha.com)

Comentários

comentários