Cerca de 1.500 pessoas participam de manifestação contra Dilma na Praça do Rádio

Segundo a Polícia Militar cerca de 1.500 pessoas, começam a se aglomerar na Praça do Rádio Clube, no Centro de Campo Grande, para participar da manifestação contra a corrupção e pela saída de Dilma Roussef da presidência da República. Segundo os organizadores, a expectativa é reunir 20 mil manifestantes. A PM mantém várias equipes na região central para evitar tumultos.

Manifestantes se aglomeram na Praça do Rádio Foto Paulo Francis
Manifestantes se aglomeram na Praça do Rádio Foto Paulo Francis

Além da PM, estão no local o Corpo de Bombeiros, Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Guarda Municipal. Assim como em outros protestos, este já recebe apoio de famílias e muitas crianças que chegam aos poucos na praça. 

O grupo Avança Brasil Maçons BR montou estande no lugar para colher assinaturas de apoio à aplicação das ‘Dez Medidas Contra Corrupção’, sendo elas: criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos; Prevenção à corrupção transparência e proteção à fonte de informação; Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2; Aumento das penas e crimes hediondos para corrupção de altos valores; Reforma do sistema de prescrição penal; Ajustes nas nulidades penais; Prisão preventiva para assegurar a devolução do dinheiro desviado; Recuperação do lucro derivado do crime. 

O protesto em Campo Grande é organizado pelos grupos Avança Brasil, Maçons BR e Movimento Popular Pátria Libre.

Comentários

comentários