CBF quer acabar com amistosos em datas de competições nacionais

Além da convocação da Seleção Brasileira, os times do Campeonato Brasileiro também perderão jogadores importantes para a Seleção Olímpica, que fará um amistoso contra a França, no início de setembro. O coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, não acredita em pedidos para liberação dos atletas, algo que já foi cogitado depois da convocação.

Gilmar Rinaldi, da CBF (Foto: Divulgação )
Gilmar Rinaldi, da CBF (Foto: Divulgação )

Na visão do dirigente, os clubes entendem a importância das partidas, e ele revelou que ainda não recebeu nenhum pedido para desconvocar ninguém – o Grêmio seria um clube que estava arquitetando um movimento para isso.

“Conversei, por exemplo, com o Rodrigo Caetano [diretor executivo do Flamengo] e ele me entendeu bem sobre a situação do Jorge. Não acredito que esses pedidos cheguem. Eles vão entender que é importante a participação destes jovens. Além disso, não teremos mais esse conflito de datas esse ano. Trata-se de uma situação atípica”, disse ao UOL Esporte.

Outro ponto tocado por Gilmar foi uma possível mudança no calendário das competições nacionais, o que deixaria de coincidir as datas FIFA com os jogos oficiais de Brasileirão e Copa do Brasil.

“Peço a compreensão de todos, até porque é um problema que não teremos mais em breve. O presidente Marco Polo e o pessoal de competições já estão resolvendo as mudanças para evitar tais conflitos. Não teremos mais isso, felizmente”, finalizou.

GOAL

Comentários

comentários