Cardozo cita jurista ‘Tomás Turbando’ ao defender Dilma no Senado. Veja!

E o José Eduardo Cardozo, hein, ex-ministro da Justiça, ex-advogado-geral da União e professor de direito? Nesta quinta, ele resolveu ter uma de suas robustas performances na Comissão do Impeachment do Senado.

Ao contestar a professora Janaina Paschoal, uma das signatárias da denúncia contra Dilma, o petista citou nomes de juristas ilustres que dizem que Dilma é inocente.

E eis que, entre os doutores que não veem crime de responsabilidade, estava o professor “Tomás Turbando Bustamante”. Vale dizer: quem preparou o papel para Cardozo caiu numa piadinha velha. E ele nem percebeu.

Pois é…

O Tomás Turbando é primo do Rolando Caio da Rocha e cunhado do Caio Pinto. Escreveu um livro em parceria com Eude Costa.

 

Comentários

comentários