Caravana da Saúde: Fundesporte oferece lazer às crianças

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Cuidar da saúde de forma global, oferecer consultas médicas, procedimentos e serviços de cidadania são propostas da Caravana da Saúde, que esteve na Capital, no último fim de semana. Na ação do Governo do Estado, centenas de famílias foram atendidas. Para ajudar na espera, a Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul preparou espaço especial para diversão dos pequenos que acompanhavam pais e avós.

“A função da Fundesporte, além de chamar atenção para  a necessidade da prática esportiva, é criar um ambiente favorável para as crianças, enquanto os familiares vão obter os serviços da Caravana. Oferecemos atividades de lazer e de recreação como incentivo ao lazer e à prática do esporte”, explicou o gerente de esporte de participação e lazer da Fundesporte, Rodrigo Miranda.

Caso de Pietra Lopes que se esbaldou na cama elástica. A família elogiou o Espaço Kids. “É muito legal ter esse espaço porque é um momento para a criança se divertir e se distrair. Muitos pais não têm a oportunidade ou condições de levar as crianças”, contou Kátia Lopes, mãe de Pietra. A avó completou. “É muito bom porque as crianças podem brincar aqui mesmo. Muita gente tem que trazer os filhos porque não tem com quem deixar e aqui as crianças podem aproveitar o lazer”.

Joaquim Damião também aproveitou o Espaço Kids, divertindo-se com a avó. “É maravilhoso porque enquanto minha filha é atendida a gente fica aqui brincando. Também é bom porque são poucos lugares de lazer que a gente tem para levar as crianças, ainda mais com brinquedos”, disse Cléo Damião.

Ampliar esses espaços em todo Estado é meta da Fundesporte. Tanto para oferecer diversão à comunidade, quanto para promover a saúde e a qualidade de vida. A parceria na Caravana da Saúde é um meio para concretizar o objetivo. “Queremos a partir da Caravana implantar programas de esporte e lazer nas cidades, prevenindo doenças, levando saúde à população. A Caravana da Saúde é um marco na gestão da saúde no Mato Grosso do Sul. A Fundesporte não poderia ficar de fora porque esporte é saúde”, finalizou o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

Comentários

comentários