Capital e Sidrolândia tem vazio sanitário diferenciado para plantio de algodão

A Sepaf (Secretaria estadual de Produção e Agricultura Familiar) publicou no Diário Oficial desta sexta-feira (23) uma determinação para um vazio sanitário diferenciado para plantio de algodão nos municípios de Sidrolândia e Campo Grande. A partir deste ano, a mudança de data do período do vazio sanitário e de plantio de algodão, objetiva otimizar o período de entre-safra, conforme justifica a determinação oficial.

Conforme a Sepaf, os demais municípios das regiões produtoras do Estado iniciam período do vazio sanitário do algodoeiro em 16 de junho, com término em 30 de agosto de cada ano e data limite de 31 de dezembro de cada ano para a semeadura . Já para Campo Grande e Sidrolândia, o período do vazio sanitário inicia em 01 de agosto e encerra em 15 de outubro, com data limite para plantio em 31 de janeiro de cada ano.

A secretaria informa que a mudança leva em conta parecer do Ministério da Agricultura e ocorreu devido aos prejuízos que a disseminação da praga Anthonomus grandis, Boheman (bicudo do algodoeiro) podem causar a atividade; a prática do plantio adensado; o sistema de plantio em sucessão de soja, feijão e algodão, adotado comumente nas regiões produtoras de algodão; as vantagens deste novo sistema e a tendência de otimização do período de entressafra.

A resolução entra em vigor a partir de sua publicação. Assinam o documento o Secretário de Estado de Produção e Agricultura Familiar em exercício, Jerônimo Alves Chaves, e o Presidente da Agência de Defesa Sanitária Animal e Vegetal, Luciano Chiochetta.

Comentários

comentários