Capital: Atendimentos da Caravana da Saúde começam amanhã (10)

A Caravana da Saúde começa a atender em Campo Grande nesta terça-feira (10) oferecendo consultas oftalmológicas para quem precisar, até mesmo aqueles pacientes que não se encontram na fila de espera. O atendimento será feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no Centro de Convenções Albano Franco, local escolhido para a instalação do complexo de carretas da saúde.

Na estrutura do centro de convenções, além de pacientes que estão nas filas de espera por consultas, exames e cirurgias, também serão atendidas pessoas que procurarem atendimento oftalmológico de forma imediata. As informações são da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Pacientes acima de 55 anos tem prioridade no atendimento.

O acolhimento começa cedo, às 6h. A partir desse horário, pacientes que não possuem indicações de hospitais ou postos de saúde, mas desejam passar por consulta oftalmológica, podem procurar o setor de credenciamento montado no Albano Franco. É necessário levar documento com foto e cartão do SUS.

Depois de conseguir uma vaga e passar pela consulta, o paciente sai da Caravana com receituário para óculos ou encaminhamento para cirurgia, dependendo de seu diagnóstico. Se for detectada a necessidade de cirurgia, ela será feita na própria Caravana, a partir do dia 14 de maio.

Foto: Jessica Barbosa
Foto: Jessica Barbosa

Fila

O atendimento para pacientes que estão na fila de espera por consultas, exames e cirurgias de especialidades é diferente. Nesses casos, a SES desenvolveu um Call Center que, desde a semana passada, está entrando em contato com as pessoas para agendar o atendimento na Caravana da Saúde.

Essas pessoas são cadastradas no sistema e recebem orientações para a retirada de um crachá de identificação – que é entregue na Casa de Saúde e no Hospital Regional, ambos em Campo Grande, conforme indicação.

Atendimento especialidades diversas

Ao contrário da oftalmologia, as consultas, exames e cirurgias de outras especialidades, como neurologia, pediatria, ortopedia, entre outras, só serão feitos mediante agendamento de acordo com a fila de espera dos pacientes da microrregião de Campo Grande. O paciente que tiver dúvidas e quiser saber se está ou não na lista de agendamentos de procedimentos gerais deve entrar em contato com a secretaria de saúde do município em que mora.

Redação com Notícias MS

Comentários

comentários