Cantor Filipe Catto realizará show beneficente no Centro Cultural

Foto Divulgação
Foto Divulgação

A Quiquiho Produções com o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) trará para o palco do Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG), o cantor Filipe Catto com o show beneficente neste sábado (12), às 20 horas. O espetáculo tem classificação livre e duração aproximada de 60 minutos.
Filipe Catto acompanhado do guitarrista Fabá Jimenez, fará a felicidade dos aficionados de shows intimistas na capital sul-mato-grossense, o espetáculo contará ainda com abertura especial do cantor e compositor Geraldo Espíndola.

O ingresso será trocado por 1 litro de leite + 2 kg de alimentos não perecíveis (arroz, feijão, café, achocolatado ou macarrão), obrigatoriamente no dia 11 de março (sexta-feira) das 8 às 21 horas na bilheteria do teatro e serão doados para o Asilo São João Bosco e Hospital Nosso Lar.

Filipe Catto Alves é cantor, compositor, pianista e violonista brasileiro de MPB. Apesar de nascido em Lajeado, cresceu e foi criado em Porto Alegre. Ainda menino, cantava em bailes e festas com o pai e, numa de suas primeiras experiências, enfrentou uma plateia de três mil pessoas. Na adolescência, participou de algumas bandas com influências de rock. Em 2006, iniciou sua carreira solo e começou a se apresentar em bares e divulgar seu trabalho pela internet. Em 2008 montou com o diretor João Pedro Madureira o show “Ouro e Pétala”, composto de voz, violão e palmas e se apresentou em teatros. Quando se viu pronto, lançou pela internet o EP “Saga” em 2009 para download gratuito, o que marcou o início sua carreira profissional.

Formou-se em Design pela ESPM-Sul. Em 2010 mudou-se para São Paulo e seu trabalho começou a ganhar mais visibilidade. Em 2011 a música “Saga” fez parte da trilha sonora da novela Cordel Encantado. Filipe Catto assinou contrato com a gravadora Universal Music e gravou o seu primeiro álbum: “Fôlego”. Em novembro de 2011 estreou a turnê “Fôlego” no Theatro São Pedro (Porto Alegre). Em 2013, gravou o CD e DVD ao vivo Entre Cabelos, Olhos e Furacões também pela Universal. Dois dias antes do lançamento do seu segundo álbum, Catto se apresentou com a Orquestra Sinfônica e o Coro Lírico de Minas Gerais no Palácio das Artes em Belo Horizonte, onde foram executadas suas próprias músicas com arranjos compostos especialmente para essa apresentação. No dia 8 de setembro de 2015, foi lançado Tomada, seu segundo álbum de estúdio de forma independente pela Agência de Música e distribuído pela Radar Records.

Em 2015, participou da canção “Trono de Estudar”, composta por Dani Black em apoio aos estudantes que se articularam contra o projeto de reorganização escolar do governo estadual de São Paulo. A faixa teve a participação de outros 17 artistas brasileiros: Chico Buarque, Arnaldo Antunes, Tiê, Dado Villa-Lobos, Paulo Miklos, Tiago Iorc, Fresno, Zélia Duncan, Pedro Luís, Fernando Anitelli, André Whoong, Lucas Santtana, Miranda Kassin, Tetê Espíndola, Helio Flanders, Felipe Roseno e Xuxa Levy.

Serviço – Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3361-5281/8462-1145 ou no Centro Cultural José Octávio Guizzo que fica localizado na rua 26 de Agosto,453, entre a avenida Calógeras e a rua 14 de Julho.

Comentários

comentários