Candidatos a nível médio têm entrada tranquila no concurso da Assembleia

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul está promovendo neste domingo (25) o seu primeiro concurso público. Estão sendo oferecidas 80 vagas para 21 cargos de nível médio e superior. Ao todo, 18.040 pessoas se inscreveram para o certame, sendo 148 candidatos com deficiência, 595 negros e 37 indígenas.

Concorrentes chegaram bem cedo, neste domingo (25)
Concorrentes chegaram bem cedo, neste domingo (25). Momento da abertura dos portões na Estácio de Sá

A divulgação do gabarito e das questões das provas objetivas deverão estar disponíveis no site da Fundação Carlos Chagas, entidade que está promovendo o concurso, no dia 28 de setembro. As provas estão sendo promovidas em diversos locais em Campo Grande.

Os portões foram abertos às 8h e fecharam às 8h30, neste período serão realizadas as provas para os cargos de nível médio. Já no período da tarde, quando os exames são para as vagas de nível superior, quem concorre deve se apresentar até 14h e os portões fecharão às 14h30. A duração das provas é de quatro horas.

Nesta manhã, os candidatos resolveram chegar cedo, para evitar tumulto e perder a prova. Na Faculdade Estácio de Sá, embora movimentado, o trânsito fluiu normalmente e não foi necessária a ajuda da Polícia de Trânsito.

Antes de fechar os portões, um dos organizadores do concurso perguntou para quem estava do lado de fora se era candidato e esperou pessoas descerem de um ônibus para anunciar que fecharia a porta.

Dos 18.040 inscritos no concurso, 148 candidatos declararam ter alguma deficiência, 595 afirmam ser negros e 37 indígenas.

A concorrência chega a ser de 709 candidatos por vaga. O cargo mais almejado é o de assistente legislativo, que exige nível médio e para o qual 8.516 se inscreveram. Para a função, são oferecidas 12 vagas, sendo uma delas reservada para pessoas com deficiência.

Comentários

comentários