Campo Grande pode perder escola da Fiems por falta de agilidade política

O presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen, durante entrevista coletiva na sede da entidade na manhã desta segunda-feira (11), apresentou os investimentos realizados em diversas unidades de capacitação profissional no estado, no fomento ao setor industrial, mas apresentou ainda um dado preocupante: a Fiems pode transferir os investimentos que pretende fazer em uma nova escola do Senai em Campo Grande, por conta da demora do poder Legislativo do Estado em viabilizar o processo.

A nova escola do Senai em Campo Grande, deve ser construída em um terreno localizado em frente à Casa da Mulher Brasileira, no bairro Santo Antônio, e seria praticamente vizinha das novas instalações do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul).

 

Comentários

comentários