Caminhoneiro ‘comum’ aceita transportar droga, mas acaba sendo preso

Foto Divulgação PRF
Foto Divulgação PRF

Um motorista de caminhão de carga, de 30 anos, à principio ‘profissional comum’, acabou preso, após ser seduzido por R$ 30 mil e aceitar transportar droga em seu veiculo. Ele faria o trajeto da fronteira de Mato Grosso do Sul até a cidade gaucha de Caxias do Sul, onde deixaria o produto. O jovem foi preso por agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal), transportando pouco mais de meia tonelada de maconha, na noite desta quinta-feira (24).

O flagrante aconteceu por volta das 20 horas de ontem, no quilômetro 267, da BR-163, em Dourados, e o preso alegou que pelo transporte receberia R$ 30 mil. Policiais federais atuavam em barreira de fiscalização quando pararam o então “traficante de primeira viagem”, que dirigia Scania, carregado com carga de soja.

O rapaz foi descoberto ao ser questionado sobre o trajeto da viagem, mas com ‘simples caminhoneiro’ demonstrou nervosismo e contradições nas respostas sobre o que faria como seu serviço.

Assim, vistoria minuciosa foi feita no caminhão, inclusive com apoio de cães farejadores, e carregamento de 550 quilos de maconha foi encontrado em fundo falso, no compartimento onde era levada carga de soja. Preso em flagrante, o homem alegou que receberia R$ 30 mil para levar o entorpecente de Ponta Porã até Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

O caminhoneiro estava acompanhado da esposa que alegou não ter tido envolvimento no ato ilícito. Ela prestou depoimento e foi liberada. O marido permaneceu preso e foi indiciado por tráfico de drogas.

Comentários

comentários