Câmara nomeia Delinha ‘Embaixadora da Cultura de Campo Grande’

No ano em que completa 80 anos, Delanira Pereira Gonçalves, a Delinha, da dupla ícone da música sul-mato-grossense, Délio e Delinha, deve ser nomeada “Embaixadora da Cultura de Campo Grande”, em votação de projeto de autoria dos vereadores Vanderlei Cabeludo (PMDB) e Eduardo Romero (Rede), na sessão legislativa desta quinta-feira (11), da Câmara Municipal de Campo Grande. Depois da votação, projeto será encaminhado para sanção do prefeito Alcides Bernal (PP).

Silvio Ferreira
Foto Silvio Ferreira

O título vem como reconhecimento da importância e representatividade da artista para a Cultura da cidade de Campo Grande, ao longo de quase 60 anos de carreira, que passará a ser reconhecida oficialmente pela Capital, inclusive com o custeio de despesas da representação da embaixadora da música sertaneja de raiz em Mato Grosso do Sul, em eventos culturais em todo o país, pela Fundação Municipal de Cultura de Campo Grande (Fundac), através de convênios.

Delinha iniciou sua carreira ao lado do parceiro e ex-marido Délio, na década de 50 e continuou em carreira-solo após a morte de Délio em 2010.

O mais recente trabalho de Delinha foi gravado em 2015, o DVD “Sinfônico”, gravado ao vivo no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, em Campo Grande, com seus principais sucessos e a participação de vários convidados.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários