Câmara decide arquivar investigação e Olarte sai ileso

Seguindo o entendimento da procuradoria jurídica da Casa , os vereadores de Campo Grande, decidiram arquivar a denúncia feita pelos vereadores Thais Helena (PT), Marcos Alex (PT) e Luiza Ribeiro (PPS) sobre envolvimento de Olarte em esquema de agiotagem.

12relatorio

A procuradoria entende que o objeto se perdeu e o processo deveria ser arquivado. Uma das autoras da denúncia, Thais Helena, afirmou que preferia suspender a votação para evitar arquivamento do processo, contudo foi demovida da idea, após explanação do presidente da Câmara, Flávio César (PTdoB).

Thaís Helena conta que teve acesso ao relatório da Comissão Processante . Segundo ela, Paulo Siufi (PMDB) deliberou que a investigação perdeu o objeto uma vez que Olarte já está afastado da prefeitura e responde a processo na Justiça.

Caso Olarte reassuma o comando da Prefeitura, é “possível a instalação de novo procedimento (…) ao final do julgamento do processo na esfera criminal comum”. Acompanhando o relatório, a CCJ (Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final) foi unânime pelo arquivamento.

 

Comentários

comentários