Cai para 26 o número de desaparecidos em rompimento de barragens em MG

A prefeitura de Mariana atualizou no início da noite deste domingo (8) a lista com os nomes de pessoas desaparecidas na tragédia do rompimento das barragens de rejeitos da mineradora Samarco, que deixou sob uma grossa camada de lama o distrito de Bento Rodrigues, na zona rural do município mineiro.

Bombeiros usam tratores para chegar a casas atingidas pelo rompimento de barragem no distrito de Bento Rodrigues, zona rural de Mariana, em Minas Gerais Antonio Cruz/Agência Brasil
Bombeiros usam tratores para chegar a casas atingidas pelo rompimento de barragem no distrito de Bento Rodrigues, zona rural de Mariana, em Minas Gerais Antonio Cruz/Agência Brasil

Com a localização de Arnaldo Zifirino, de 40 anos, e Joaquim Zifirino, de 70 anos, que, segundo a prefeitura, estão hospedados em um hotel de Mariana, o número de pessoas desaparecidas diminuiu de 28 para 26. Desse total, 13 são funcionários de empresas que prestam serviços à mineradora Samarco e 13 cujo desaparecimento foi informado por parentes. Entre os desaparecidos estão duas crianças, uma de 5 anos e outra de 3 meses.

O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, disse hoje (8) que a prioridade é localizar os desaparecidos, mas que as chances de encontrá-las com vida estão diminuindo. “A gente pode, quem sabe, localizar alguém que fugiu que ficou perdido em alguma localidade, que não foi encontrado. Não quero tirar a esperança de ninguém, pode ser que a gente consiga achar alguém com vida ainda, mas a medida que o tempo vai passando a esperança vai diminuindo”, afirmou em entrevista à imprensa em Mariana.

Agência Brasil

Comentários

comentários